Exclusivo para assinantes UOL

Análise: Plano de Macron para a zona do euro é desastroso

Jochen Bittner*

  • Jonathan Ernst/Reuters

Corrija-me se eu estiver errado, mas não consigo me lembrar de um único parceiro europeu abrindo a carteira depois de 1989, quando a Alemanha enfrentou seu maior desafio econômico na história do pós-guerra. De alguma forma, sem muito apoio de seus vizinhos, este país conseguiu reunificar um próspero lado ocidental com um oriental pós-comunista cujas fábricas e infraestrutura tinham sido dilapidadas por 40 anos de má administração socialista. Não somente isso, ele incorporou 16 milhões de alemães-orientais ao sistema de seguridade social e aposentadoria do lado ocidental, para o qual nunca haviam contribuído.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos