Exclusivo para assinantes UOL

Análise: Trump vai saber negociar com Cuba e superar Obama?

Jorge I. Domínguez

Em Cambridge (Massachusetts)

  • Ramon Espinosa/ AP

    16.jun.2017 - Moradores passam diante de mural com imagem do presidente americano Donald Trump em um cacto, em Havana, Cuba

    16.jun.2017 - Moradores passam diante de mural com imagem do presidente americano Donald Trump em um cacto, em Havana, Cuba

"A partir de agora, estou cancelando o acordo completamente unilateral do último governo assinado com Cuba". Assim falou o presidente Trump no dia 16 de junho em Miami, aplaudido com entusiasmo pelos veteranos remanescentes da invasão fracassada de 1961 à Baía dos Porcos em Cuba. No entanto, na prática as políticas do governo Obama em relação a Cuba continuam em vigor. O presidente Trump planejou negociações políticas, burocráticas e diplomáticas que devem prosseguir por meses.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos