Topo

Opinião: Nacionalismo no Leste Europeu quer apagar memória do holocausto judaico

Genya Savilov/AFP
25.nov.2010 - Shimon Peres (na frente), ex-presidente de Israel, e Avigdor Lieberman, ministro da Defesa de Israel, colocam pedras em monumento do holocausto em Babi Yar, na Ucrânia Imagem: Genya Savilov/AFP
Exclusivo para assinantes UOL

Lev Golinkin*

31/01/2018 00h01

Um dos grandes choques que tive ao chegar aos EUA, vindo da Ucrânia, nos anos 1980, foi saber que no país havia museus em comemoração ao Holocausto.Nós, judeus soviéticos, não montamos exposiçõ...