Topo

Opinião: Posso morrer, mas marcho em Gaza porque amo meus filhos

Xinhua
27.abril.2018 - Manifestantes palestinos correm para se protegerem de gás lacrimogêneo disparado por soldados israelenses na cidade de Gaza Imagem: Xinhua
Exclusivo para assinantes UOL

Fadi Abu Shammalah*

Em Khan Younis (Gaza)

28/04/2018 00h01

Ao amanhecer de 30 de março, meu filho de 7 anos, Ali, me viu me preparando para sair de casa. Era algo incomum para nossa rotina de sexta-feira."Onde você vai, pai?""Até a fronteira. Para participar da Grande Marcha do...