Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: Como em 1930, a Copa do Mundo ainda é um concurso de beleza de Estados-nações

Kanishk Tharoor*

  • AP

    Foto aérea do estádio Centenário em Montevidéu antes da final da Copa de 1930

    Foto aérea do estádio Centenário em Montevidéu antes da final da Copa de 1930

Em junho de 1930, um golpe de Estado na Romênia levou ao poder o quixotesco rei Carlos 2º. Ele rapidamente voltou sua atenção para a primeira Copa do Mundo, que ocorreria menos de um mês depois no Uruguai. A competição de futebol era uma chance de mostrar ao mundo uma nova Romênia sob seu governo, além de incitar nos romenos um senso de proeza global. O monarca fez um esforço tardio para ingresso de seu país no torneio e encorajou a federação de futebol de seu país a montar uma seleção.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos