Editores tentam emplacar novo "Código da Vinci"

Carol Memmott

O sucesso fenomenal do suspense religioso de Dan Brown, "O Código da Vinci", faz com que os editores tentem decifrar seu mistério particular: será que há algum livro em alguma parte capaz de alcançar a popularidade de um romance que já vendeu 18 milhões de cópias, e que está na lista do USA Today dos livros mais vendidos nas últimas 104 semanas?

Talvez, mas qualquer concorrente irá precisar dessa exata mistura de teor conspiratório e de história, dizem os especialistas. "A indústria está tentando destilar esse fator e chegar a uma formula específica", diz o diretor de marketing da editora Borders, Michael Spinozzi.

Entre os títulos que têm chances de emplacar a fórmula:

  • "The Geographer's Library" ("A Biblioteca do Geógrafo") de Jon Fasman (Penguin, US$ 24,95, já nas lojas). Um repórter investiga a morte de um professor e se envolve com alquimia e na busca por 14 talismãs amaldiçoados. "Tem reflexos de Dan Brown", segundo o site Kirkus Reviews, numa crítica entusiasmada.

  • "Improbable" ("Improvável"), de Adam Fawer (Morrow, US$ 24,95, já nas lojas). Um jogador compulsivo toma uma droga experimental que leva a visões do passado e do futuro. A revista "Publishers Weekly" afirma que "Da Vinci" mostrou que "muitos leitores apreciaram a ciência presente no livro, já que havia uma trama atraente lhe circundando, o que também acontece aqui".

  • "The Third Translation" ("A Terceira Tradução"), de Matt Bondurant. (Hyperion, US$ 22,95, nas lojas a partir de abril). Um egiptologista tenta resolver um dos últimos grandes mistérios presentes nos hieróglifos.

    A livraria online Amazon considera esse livro a mais nova tentativa de "faturar sobre o incrível sucesso de 'O Código da Vinci', destacando um antigo mistério, especialistas contemporâneos, documentos raros, colecionadores ambiciosos e um protagonista quase-acadêmico."

  • "Map of Bones" ("Mapa dos Ossos", de James Rollins (Morrow, US$ 24,95, nas lojas em maio). Ex-soldados de Forças Especiais procuram pelos ossos dos Reis Magos, roubados de uma catedral alemã. Spinozzi, da Borders, diz que é como se "'Caçadores da Arca Perdida encontrassem "'O Código da Vinci'".

  • "The Historian" ("A Historiadora"), de Elizabeth Kostova (Little, Brown, US$ 25,95, nas lojas em junho). Uma jovem mulher busca a verdade sobre Vlad o Impalador, líder medieval que serviu de base para a lenda de Drácula. O editor aposta numa campanha publicitária de meio milhão de dólares.

    "Improbable" e "The Geographer's Library" já estão nas livrarias há mais de um mês, mas ainda não chegaram à lista do USA Todat. Mas o diretor de marketing Spinozzi diz que eles ainda podem disparar nas vendas.

    "Acho que por terem elementos que são similares aos de 'O Código da Vinci', ainda passarão por um alto grau de avaliação" nas lojas.

    Jenny Lawton, proprietário da livraria Just Books em Old Greenwich, no estado de Connecticut, e Eric Sample, assistente da gerência da Barnes & Noble em South Dallas, também gostam de "Improbable", mas estão céticos.

    Lidar com teorias do caos e lidar com as probabilidades, segundo Lawton, "não são os elementos-chave para que se repita algo como 'O Código da Vinci'".

    Acrescenta Sample: "'O Código da Vinci' foi simplesmente um fenômeno editorial que poderemos nunca mais observar novamente".

    Mas, quem sabe, o fenômeno poderá se repetir. Dan Brown está escrevendo e pesquisando seu próximo romance, "The Solomon Key" ("A Chave de Salomão"). Ainda não foi marcada a data de publicação desse novo romance do autor de "O Código da Vinci". Confira os lançamentos que podem chegar perto do megassucesso Marcelo Godoy
  • UOL Cursos Online

    Todos os cursos