Cantora country é a nova "American Idol"

Bill Keveney
Em Hollywood

Carrie Underwood, cantora de country de 21 anos de Checotah, Oklahoma, tornou-se a quarta vencedora do concurso promovido pelo programa "American Idol", da rede de TV Fox, na noite desta quarta-feira (25/05). Ela superou o cabeludo roqueiro Bo Bice, 29, de Helena, Alabama. O programa é apresentado no Brasil pelo canal pago Sony.

Reuters

Carrie Underwood exulta após ser anunciada vencedora da quarta temporada de "American Idol"
"Ainda não caiu a ficha. Sinto como se houvesse outro programa na terça que vem", disse Underwood logo após o programa, em meio a uma série de entrevistas ao vivo com as estações afiliadas da Fox.

No último programa --transmitido ao vivo do Teatro Kodak, onde ocorre a cerimônia de entrega do Oscar-- a notícia de cinco segundos foi esticada até ocupar uma extravagância de duas horas, duração da última apresentação de "American Idol", que encerrou a temporada 2004-2005 da TV americana.

O programa mostrou desde a reação do pessoal em casa, até conversas com os juizes e cenas das audições nacionais do ano passado.

Em uma parte do programa, os finalistas fizeram duplas com convidados como George Benson, Kenny G., Rascal Flatts, Billy Preston e Lynyrd Skynyrd.

Um longo trecho, centrado no jurado Simon Cowell, satirizava o programa da ABC "Primetime Live" chamado "Fallen Idol", em que o ex-finalista Corey Clark alegava ter havido favoritismo na escolha do vencedor e que tinha tido um romance com Paula Abdul.

Reuters

O finalista Bo Bice (à esq.) aplaude Carrie após o apresentador (centro) anunciá-la vencedora
Bice e Underwood, que foram consideradas um páreo difícil, terminaram como vencedoras: cada uma terá um contrato garantido e receberá as chaves de um Mustang vermelho.

Mas o resultado contradisse a votação do usatoday.com, que acusava a liderança de Bo Bice com 62% de 57.000 votos, na quarta-feira à noite. O programa anunciou que teve, em toda temporada, 500 milhões de votos.

Esta semana concluiu um ano impressionante de audiência de "American Idol". O programa final de terça-feira atraiu 28,1 milhões de telespectadores, 3 milhões a mais do que o mesmo episódio da última temporada.

Neste ano, "Idol" teve um aumento de 5% em audiência e 4% entre os jovens adultos, levando a Fox a sua primeira vitória de público na faixa de 18 a 49 anos.

Os índices de Idol resistiram a uma temporada cheia de controvérsias. A maior foi a de Clark, duas vezes finalista; Abdul negou as alegações, e a Fox disse que abriria um inquérito.

Outras revelações incluíram as passagens pela prisão de Bice e Scott Savol, que tinham informado o fato aos produtores e tiveram permissão para permanecerem no programa. Outro finalista, Mario Vazquez, deixou o programa sem explicações no início das finais.

Musicalmente, a quarta temporada recebeu críticas variadas. Alguns elogiaram os últimos 12 candidatos como os mais talentosos que o programa já teve; outros não viram talentos que se comparassem com vencedores anteriores como Kelly Clarkson ou Fantasia.

O próximo ano está chegando: Ryan Seacrest anunciou audições para a quinta temporada neste verão em Austin (Texas), Denver (Colorado), Memphis (Tennessee), Boston (Massachusetts), Atlanta (Georgia), San Diego (Califórnia) e Chicago (Illinois). Gincana musical é um dos maiores sucessos da TV americana Deborah Weinberg

UOL Cursos Online

Todos os cursos