Preocupação com dinheiro prejudica o desempenho no trabalho, aponta pesquisa

Stephanie Armour

Com os aumentos dos preços dos combustíveis, os custos com saúde subindo para o espaço e com a confiança dos consumidores indo por água abaixo, muitos assalariados enfrentam preocupações financeiras que ameaçam sua produtividade no trabalho.

Uma pesquisa divulgada recentemente mostra que os trabalhadores que estão aflitos com dificuldades com dinheiro tendem a sofrer um maior número de problemas de saúde, deixam de lado suas tarefas e passam mais tempo atuando na resolução dos seus problemas pessoais, e ainda faltam com maior freqüência ao serviço.

Um em cada quatro trabalhadores americanos está seriamente angustiado em relação à sua situação financeira pessoal, segundo uma análise realizada em 2005 das pesquisas e dos estudos científicos publicados recentemente, e elaborada por E. Thomas Garman, professor emérito da Universidade Tecnológica da Virgínia, junto com uma equipe de pesquisadores.

O relatório intitulado "Preocupação Financeira entre os Trabalhadores Americanos", destaca que 80% dos trabalhadores financeiramente estressados passam uma parte importante do seu tempo no serviço lidando ou preocupando-se com problemas de dinheiro, enquanto os trabalhadores em empregos mal remunerados sofrem de um estresse ainda maior. Os pesquisadores também apuraram que o estresse financeiro afeta todos os níveis de renda.

"Eu me coloquei numa encrenca daquelas. Cheguei a cumular 12 carnês de cobrança", explica Mary Sousa, 61, de Indian Harbor Beach, na Flórida. Esta guia turística teve que se submeter a um programa proposto por uma consultoria em crédito quando ela já havia acumulado uma dívida total de US$ 25.000 (R$ 56.060). Ela deverá ter reembolsado tudo em março.

"Foi terrível; os credores ligavam para mim no meu local de trabalho. Mais espantoso ainda é que eu não tenha perdido meu emprego por causa disso".

Como a preocupação com dinheiro afeta o desempenho no emprego:

  • Produtividade mais baixa.

    As preocupações com dinheiro estão vinculadas a uma maior quantidade de faltas no emprego, enquanto a produtividade diminui drasticamente, já que os empregados tentam driblar dos cobradores que ligam para eles no seu local de trabalho, utilizam o fax para resolver questões pessoais e fazem mais ligações de caráter pessoal.

    A ansiedade com dívidas pode também gerar uma maior mobilidade empregatícia, uma vez que os assalariados que precisam de mais dinheiro acabam procurando novos empregos.

    "O que nós estamos vendo neste exato momento é uma perigosa combinação de custos mais altos com confiança menor e um panorama ainda incerto no mercado de trabalho", explica num e-mail Jennifer Openshaw, CEO da rede financeira da Família Openshaw, baseada em Los Angeles, uma prestadora de serviços financeiros que também fornece produtos de auto-ajuda.

  • Problemas de saúde.

    Muitas pessoas que entraram em contato com um organismo de consultoria em crédito e que não estavam bem de saúde eram acometidas dos mais altos níveis de estresse de ordem financeira, segundo revelou uma pesquisa de 2005 que foi realizada junto a mais de 3 mil endividados. Esta pesquisa foi desenvolvida por E. Thomas Garman junto com três outros pesquisadores.

    Alta pressão sangüínea, aumento do peso e insônias são alguns dos exemplos de problemas que eles enfrentavam.

    "Isso pode conduzir ao abuso de drogas, ao excesso do consumo de álcool", comenta David Jones, o presidente da Fairfax, uma associação independente de agências de consultoria em crédito para o consumidor, baseada na Virgínia.

    Alguns empregadores estão oferecendo programas destinados a ajudar os assalariados com as suas finanças, que incluem seminários e reuniões na hora do almoço nas quais são discutidas questões tais como o gerenciamento de uma dívida e são distribuídas apostilas sobre planejamento financeiro. Mas, as firmas, na sua maioria, fazem muito pouco nesse sentido, explica Garman. Endividados tendem a preterir tarefas para resolver seus problemas Jean-Yves de Neufville
  • UOL Cursos Online

    Todos os cursos