Buemba! Zona aérea urgente! Cachorro invade pista de Cãogonhas!

da Redação

Buemba! Buemba! Monkey News de segunda-feira, com aquela preguiça toda. Depois desse fim de semana, o Simão chegou a uma conclusão sobre as duas maiores cidades brasileiras. Em São Paulo está tudo alagado. No Rio, tá tudo dominado. Ou você aprende a nadar ou a desviar! Tá nervoso? Se você está em São Paulo, vai pescar! Na sua rua! Rarará! Na Marginal do Tietê não tem mais pista, agora é só raia!

E depois de todas as enchentes que atingiram São Paulo, o Simão tem certeza: o Datena é o Galvão Bueno das enchentes. Ele narra enchente gritando e falando rápido! Dá vontade de jogar um balde de água da enchente em cima dele! Rarará!



A gente tá cansado de falar de enchente, mas sempre tem assunto. Tem aquela história do menino que chega em São Paulo e pergunta: "Mãe, falta muito?" "Cala a boca e continua nadando!", responde a mãe.

E quando chove, Congonhas fecha. A gente já deu várias sugestões: pista inclinada pra escoar a água da chuva, rodoanel -todo mundo tirando a água da pista com um rodo--, mas ninguém dá bola. O lado bom é que você pode dar a desculpa "me atrasei porque vim de avião".

A Anac virou Anarc e a Infraero virou Infrazero. E disseram que teve uma falha na Cindacta. Aí todo mundo ficou cindacta pra embarcar, cindacta pra chegar! Rarará! E nem o ministro da Defesa, o Waldir Pires, consegue voar. Porque Pires não tem asa! Quem sabe se fosse a xícara!

E aí quando você achava que a situação estava normalizada, um cachorro invadiu a pista e parou tudo em Congonhas. Virou o aeroporto de Cãogonhas! É uma zona área! Rarará!



Em São Paulo você fica ilhado; no Rio de Janeiro, baleado. Aliás, com essa coisa da Riolência, como é que vai fazer o Pan!? O Simão acha que tem que abrir o Pan com uma salva de tiros! Rarará!

Tiro ao alvo, vai ser "tiro ao Álvaro", porque sempre pega um civil. E quando o juiz der um tiro para começar a prova de atletismo, todo mundo vai sair correndo! Rarará! E o arremesso de dardo vai ser arremesso de petardo. Mas ainda bem que o Pan é no Rio. Se fosse em São Paulo não ia ter Pan, os atletas iam ficar presos no congestionamento! Rarará!

Mas a coisa está tão feia no Rio que agora a moda é matar policial. Os PMs estão escondendo a farda. Com farda, é executado, sem farda, assaltado. Não tem pra onde correr! É a Riolência!



É essa a realidade das duas cidades brasileiras das duas maiores cidade do país. De um lado, São Paulo alagado e o Rio, dominado. E para ir de uma cidade para outra você fica no aeroporto de Cãogonhas, porque ainda tem o "trem-bala-perdida".

Mas o Simão adorou o nome do ministro da Sáude, o Temporão. Tardou, mas chegou! E combina, porque você passa um temporão na fila do SUS, passa um temporão na fila do transplante, passa um temporão pra ser atendido.



E você sabe como o PMDB conseguiu os ministérios? O Lula estava numa reunião quando um peemedebista espirrou. O Lula disse: "Saúde!". O peemedebista respondeu: "Aceito!" Rarará

Com o Ministério da Agricultura foi parecido. O Lula mandou um deputado plantar batatas e ele de pronto respondeu: "Agricultura, aceitamos!" E o Balbinotti, que desistiu da pasta da Agricultura é o político perfeito: veio até com denúncia! Rarará!

Charges





Chama a Marta pra receber o papa! Rarará! O Brasil quer gozar e o papa não deixa!

Ilustrada



A promoção do dia em Portugal são os bolos! Só não falaram de que dia! Rarará!

Antitucanês, mais direto impossível.



Essa é de João Pessoa, Paraíba, para os aposentados!

Cartilha do Lula

Buscopan: companheiro se preparando para o Pan! Haja Buscopan! Rarará!

Veja o programa em vídeo

UOL Cursos Online

Todos os cursos