Buemba! Sexo para hipertensão e Viagra mais barato! É ação casada!

Da Redação

Em São Paulo

Monkey News no ar! Nessa quinta temos piada pronta, mas antes a campanha “O brasileiro é cordial”.

 

O sucesso é tão estrondoso, que estamos exportando. A de hoje é “made in USA”:

 

Temos outra placa que poderia ser da série, mas na verdade é um apelo quase desesperador:

 

E vamos de piada pronta. O Simão não ia falar de futebol porque vai falar que o Ronalducho tá gordo? Ou fazer trocadilho do São Paulo com peru? Já está gasto. Mas tem uma notícia ótima: “CBF quer restringir ação dos humoristas nos treinos da Copa da seleção”. Essa notícia tem apoio do dirigente da Associação Brasileira de Imprensa. E como ele chama? Maurício Azedo! Rarararará.

A semana inteira comentamos a recomendação do ministro Temporão. Pedimos a Bolsa-Perereca e já falamos do plano de saúde de combate a hipertensão, o Unimete. Um amigo do Simão pediu para dar um aviso: “Ministro, faz um temporão que eu não faço sexo!” Num dia o ministro recomenda mais sexo, no outro quebram a patente do Viagra e o remédio vai ficar 50% mais barato – é ação casada! E estava caro mesmo: paga 30 paus para levantar 1? Rararará.

Já tem gente comemorando:

 

E temos uma Viagra para quem transa sempre com a mesma pessoa, é o Viagra-patroa:

 

Podia também ter uma dose de aspirina para combater aquela dor de cabeça. Mas para Viagra tem que ter uma cervejinha. Recomendamos essa aqui:

Ilustrada
É a funcionária exemplar:

 

Dá satisfação para tudo, mas nunca está trabalhando, rarararará.

UOL Cursos Online

Todos os cursos