Buemba! Debate deveria ser como Twitter: 140 caracteres para falar tudo!

Da Redação

Em São Paulo

Monkey News no ar! Ereções 2010! Os “fichas limpas” de hoje serão os “fichas sujas” de amanhã! Ninguém escapa, rararará.

 

Primeiro vamos mostrar como o Serra vai reverter essa situação complicada:

 

Vamos falar do debate de hoje da Folha/UOL. Os candidatos do PGN não está nem aí para debate: eles preferem se trancar no banheiro e debater uma! Mas a grande novidade de hoje foi, primeiro a internet, e depois o Twitter.

Aliás, os candidatos deveriam ter ficado em casa tuitando e pronto, assim poupava a gente de olhar pra eles. Porque temos o Vampiro, que é o Serra, a Memeia (Dilma), o ET da Natura (Marina) e o Plínio, que não foi no debate, mas é a cara do Bela Lugosi.

 

O Simão queria era usar o formato do Twitter no debate: o senhor tem que falar de saúde, educação, segurança e habitação em 140 caracteres! Rararará.

E a Dilma quando chegou? Ela estava com o peito estufado, parecia galo de briga. Um homem foi perguntar se ela tinha fogo para acender um cigarro e ela disse que tinha. “Então cospe.”

O Simão perguntaria pro Serra se quem vota em trânsito paga pedágio, rararará.

E começou o hilário eleitoral, quem for o mais bizarro ganha:

 

 

Todos os candidatos estão aí!

Humorista não pode fazer piada com candidato... mas o Tiririca pode?

 

Não fica pior? Elege ele que você vai ver. Rararará.

E tem também o marido da Mara Maravilha. Ele fica parado e entra ela: “Votem no meu marido”.

 

O bom é que, se ele está casado com a Mara Maravilha, ele aguenta tudo, é um herói.

E para provar que o Ficha Limpa não pegou, temos o Maluf no horário eleitoral!

Infelizmente temos uma longa campanha na televisão, mas o Simão faz o esforço de assistir a tudo e contar pra gente depois.

UOL Cursos Online

Todos os cursos