Publicidade

Boletim grátis
Fique por dentro do que acontece no mundo da tecnologia
Divulgação



AVISO:
Mundo Digital agora é UOL Tecnologia; conheça o novo site

Steve Outing > Parem as máquinas

13/06/2002 15h47

Especialistas oferecem dicas de usabilidade
Sites de notícias têm muito o que aprender


O que há de errado em seu site na Internet? Provavelmente muita coisa.

Apesar de toda badalação dos últimos anos e do amadurecimento da área de notícias online, este é um meio onde os praticantes têm muito a aprender. Estes ainda são os dias dos pioneiros.

Assim, quando vejo sites de notícias, eu ainda vejo muito espaço para melhoria e experimentação. É o que também pensam os autonomeados guardiães da qualidade do conteúdo na Internet, os especialistas em usabilidade e os gurus de texto para Internet. Eu recentemente pedi a vários destes indivíduos que fizessem sugestões sobre como sites voltados para notícias poderiam ser melhorados -como poderiam oferecer um melhor serviço para seus usuários e evoluírem em empreendimentos independentes viáveis.

Aqui estão algumas das melhores idéias obtidas, que poderão ajudar você a promover melhorias no seu site -ou ajudar você a perceber se há um problema ou a necessidade de melhoria. Eu também acrescentei minhas próprias idéias à lista.

Não olhe sua própria home page

"Ignore sua própria home page por uma semana", sugeriu Keith Instone, um arquiteto de informação e consultor de usabilidade. Por que fazer isto? Porque é onde a maioria dos editores de sites concentram sua atenção, geralmente ignorando o que há "dentro". Esqueça por uma semana, sugeriu Instone, e faça sua equipe se concentrar nas páginas mais internas do site. Você pode obter grandes avanços no todo ao analisar o que está acontecendo nas demais páginas, e promovendo as melhorias.

"Estas páginas individualmente não são tão importante", disse ele, "mas se você melhorá-las, há grandes ganhos a serem obtidos".

Dê uma atenção especial à navegação nas páginas internas, e como você a usa para encorajar e direcionar as pessoas para outros conteúdos de seu site. Esta é uma área onde os editores, trabalhando em cooperação com o pessoal de marketing online, podem realizar grandes melhorias para fazer com que os usuários cliquem um conteúdo adicional após terem lido o conteúdo que vieram ver.

Elimine o material morto

Outra dica de Instone: Da próxima vez que redesenhar seu site, elimine algo. Muitos sites ficam inchados à medida que novos elementos são acrescentados com o tempo. Ao remover coisas menos interessantes -algo que é simples de determinar, bastando olhar quantos acessos a página teve- "eu aposto que a nova versão do seu site será melhor do que a antiga", disse ele.

No mínimo, sempre que você acrescenta algo novo em seu site (algo que sempre estará lá), tire algo que já exista no site. As conseqüências de não fazer isto é que seu site ficará inchado, e os usuários poderão se cansar enquanto tentam decidir o que clicar.

Isto é particularmente crítico na home page do site. Muitos sites de notícias contêm centenas de links, o que muitos especialistas em usabilidade argumentam ser um exagero. (Entre os exemplos estão: The Times (Londres) (www.timesonline.co.uk), washingtonpost.com, latimes.com, e CNN.com, para citar alguns.) Home pages saturadas na verdade são a norma entre os sites de notícias.

Isto não significa que os sites de notícias precisam imitar o Google (www.google.com), o altamente popular site de busca que possui aquela que talvez seja a home page mais enxuta na Internet, mas certamente o setor de notícias online poderia passar por uma "dieta".

Entre os principais sites de notícias, eu considero o Msnbc.com menos intimidador do que o típico site de grande jornal. Você poderia argumentar que a home page compacta do Msnbc.com reflete suas raízes de TV, enquanto os sites de jornais refletem suas organizações de origem. Mas então veja o site da BBC News (http://news.bbc.co.uk), outro site de empresa de rádio e televisão que também apresenta uma home page saturada.

Eles querem o link AGORA

Reconsidere como seu site faz o link com o conteúdo de outros. Está cada vez mais popular realizar o link com conteúdo externo não com links internos, mas com um box separado ou lista em uma coluna à direita ou na base da página, apresentando todos os links de um artigo. (O NYTimes.com faz isto, colocando os links no final dos artigos: : exemplo.) O problema com esta abordagem é que ela impede o usuário de obter informação. O usuário precisa saltar um obstáculo adicional. (Se você está lendo um parágrafo e o escritor menciona um site que você deseja visitar, você precisa dar um passo a mais ao invés de apenas clicar no link interno.)

"Respeite os links", disse Lisa Price, uma especialista em texto de Internet e autora de "Hot Text: Web Writing That Works" (www.webwritingthatworks.com). A abordagem "deixe que saltem outro obstáculo" não respeita o valor dos links como parte da experiência de Internet. Links acrescentam valor ao seu conteúdo, disse ela, então os utilize como conteúdo. Não os veja como concorrência a seu próprio trabalho, mas sim como um aprimoramento. Ela também sugere abrir temporariamente seus arquivos de notícias para os links dos artigos antigos relacionados ao novo -e não cobrar por estes arquivos antigos, mesmo que você normalmente cobre pelo acesso ao arquivo.

Muitos sites fazem o link entre o nome da pessoa e um endereço de e-mail -por exemplo, a linha em que aparece o nome do repórter poderia ser um link para o endereço da pessoa. Isto é muito comum nos sites de notícias, mas é uma forma ruim do ponto de vista da usabilidade, disse Jakob Nielsen, um dos gurus de usabilidade mais conhecidos da Internet. "A expectativa dos usuários é de que receberão informação sobre algo quando clicam o link", ele disse. Links de e-mail em nomes confundem o usuário. Links nos nomes devem remeter à biografia do autor ou outra informação sobre ele, como uma lista dos outros artigos escritos pela pessoa.

Onde colocar os dados adicionais

Os sites de jornais geralmente imitam seus pais da velha mídia usando principalmente texto em forma de parágrafo -e não fazendo uso suficiente de apresentação gráfica. Isto funciona na maior parte das vezes, mas compreenda as diferenças de estilo de leitura entre os leitores de Internet e de jornal impresso, disse Yvette Nielsen, uma treinadora e consultora de conteúdo de Internet (www.brizcomm.com.au) que trabalha com empresas de notícia de todo o mundo.

Ela sugere que você tire as informações adicionais do corpo do texto, porque são difíceis de ler e comparar na tela do computador. É muito melhor você apresentar os dados em tabelas, gráficos, diagramas e mapas. Faça isto mais freqüentemente online do que faria em um artigo impresso. Obviamente, apresentação gráfica também é importante nos artigos impressos, mas na Internet é um elemento ainda mais crítico.

Uma recomendação relacionada de Yvette Nielsen é fornecer um resumo de cada história (as grandes; não é preciso resumir as pequenas, é claro). Este é outro defeito comum entre os sites de notícias. Mas Nielsen diz que os resumos são necessários devido à necessidade de prender rapidamente a atenção do usuário de Internet e engajá-los na página. Os usuários de Internet tendem a passar rapidamente para outros sites, então faça todo o possível para segurá-los.

Menos é mais

Aqui está um último (e interessante) conselho para aprimorar seu site, dado por John Rhodes, um consultor de usabilidade e dono da WebWord.com. Ele disse para examinar suas páginas em busca de qualquer coisa incômoda ou muito chamativa, algo que possa ser danoso à experiência do usuário. Ele sugere fazer com que algumas pessoas vejam as várias páginas de seu site e então lhe informem sobre qualquer coisa que lhes tenha incomodado. Elas podem fazer isto citando o nome da coisa que as incomodou, e depois atribuindo uma nota ao nível de incômodo.

Com este exercício, você poderá encontrar algumas coisas negativas em seu site que precisam ser removidas -ou pelo menos alteradas para eliminar o fator de incômodo. Rhodes diz que muitos sites precisam ser simplificados, e a eliminação das características ou elementos incômodos pode ser uma forma de se fazer isto.

Tradução: George El Khouri Andolfato





 

 28/11/2002

Convergência entre mídias diferentes é alternativa para o jornalismo

 22/11/2002

Conselhos para a salvação dos cadernos de empregos dos jornais

 01/11/2002

Os sites de notícias precisam de dieta

 01/10/2002

Google News pode mudar o setor de notícias online

 12/09/2002

Não esconda seu conteúdo multimídia

 03/09/2002

Veja as notícias do futuro no Starbucks

 15/08/2002

Examinando o futuro do conteúdo pago

 01/08/2002

Filtros de spam bloqueiam mensagens legítimas de e-mail

 18/07/2002

A Knight Ridder Digital cede parte do controle

 26/06/2002

Embarquem no vagão dos blogs antes que seja tarde

 13/06/2002

Especialistas oferecem dicas de usabilidade
Sites de notícias têm muito o que aprender


 29/05/2002

Bibliotecas ameaçam arquivos pagos de notícias online

 15/05/2002

Sistemas de editoração de conteúdo sufocam design de notícias

 29/04/2002

Você se esqueceu das mensagens instantâneas?

 12/04/2002

Sites jornalísticos repetem os erros do passado

 15/03/2002

Jornal de Washington investe em noticiário interativo

 28/01/2002

O efeito das tendências de publicidade na TV sobre a Web

 11/01/2002

Use a Web para complementar sua edição impressa

 20/12/2001

Empresas devem ajudar os sites de notícias
E fazer os consumidores pagarem por esse tipo de produto


 03/12/2001

Jornais falham em promover seus sites

 15/11/2001

Usando a "Web Invisível" para pesquisas

 02/11/2001

Sites das Ligas Esportivas competem com a mídia

 15/10/2001

Como a Web pode homenagear indivíduos, quando milhares morrem

 04/10/2001

Os sites de jornais estariam condenados?
Executivo do setor diz que eles estão sobrevivendo à crise


 25/09/2001

Sites de notícias devem tirar lições do ataque
Eles foram excelentes sob certos aspectos, mas falharam sob outros


 04/09/2001

Impedindo alterações não-autorizadas em sites
Uma avaliação do Gator e outros aplicativos


 23/08/2001

Dispositivos contra spam bloqueiam e-mails legítimos: Sua mensagem pode não estar chegando ao destinatário

 27/07/2001

Empresários da indústria online devem abrir as torneiras da criatividade

 03/07/2001

O público não está abandonando a rede

 18/06/2001

Jornais e sindicatos vão comercializar informativos eletrônicos