UOL Notícias Ooops!
 

14/05/2007 - 12h57

Como Globo e Record cobriram a visita do papa?

Ricardo Feltrin
colunista do UOL News
O programa Ooops! quer saber sua opinião sobre as coberturas que Globo e Record fizeram sobre a visita de Bento 16 ao Brasil. O que você achou das coberturas dessas duas TVs?

Para seu conhecimento vale lembrar sobre as duas emissoras:

1) a Globo exibe há quase 40 anos o programa Santa Missa, que é da Igreja Católica. Em seus telejornais, noticia, mas reduz editorialmente a importância de eventos evangélicos como a Marcha para Jesus em São Paulo, além de ignorar a música gospel. Na sexta-feira, no "JN", chamou apenas aos evangélicos de seita. A Globo é a empresa de mídia que fica com mais de 60% da publicidade do país.

2) a Record é uma concessão dada a Edir Macedo, líder máximo da evangélica Igreja Universal. Durante quase 20 anos ignorou sistematicamente a presença do papa ou da Igreja Católica em seus telejornais (exceto nos comandados por Boris Casoy). A Universal compra horários durante a madrugada na Record, o que amplia seu faturamento. Na sexta-feira, não deu a canonização de frei Galvão em sua "escalada".

Você poderá responder a três enquetes:

  • Como você avalia a cobertura da visita do papa pela Globo?

  • Como você avalia a cobertura da visita do papa pela Record?

  • Quem fez a melhor cobertura da visita do papa?

    Participe também enviando sua opinião no nosso grupo de discussão:

  • Quem fez a melhor cobertura da visita do papa?

    Ainda sobre Bento 16, Feltrin contou por que bispos e outros religiosos envolvidos com a organização da visita manobraram para impedir que o padre Marcelo Rossi e d. Fernando Figueiredo, bispo de Santo Amaro, pudessem sequer se aproximar do papa durante os cinco dias em que o sumo pontífice esteve no Brasil.

    Leia abaixo a íntegra do bate-papo com Ricardo Feltrin.

    (03:10:48) Internauto fala para Ricardo Feltrin: A Igreja precisa da televisão ou a televisão precisa da Igreja?

    (03:18:29) Ricardo Feltrin: Internauto, a Igreja precisa da televisão, todo mundo precisa da mídia. Tanto que já está se questionando da Igreja poder transmitir missa pela internet.


    (03:11:26) Bentinho fala para Ricardo Feltrin: Você não acha que transformaram a minha visita ao Brasil em um carnaval? O que tem de tão interessante em missas?

    (03:18:29) Ricardo Feltrin: Bentinho, fui criado dentro de igreja, eu assistia quatro missas, detestava missas, não vou nem resolver porque vou ser muito parcial. Para mim, não tem nada de interessante em missa.

    (03:12:16) carioca-odessempre fala para Ricardo Feltrin: Não vejo o jornalismo da Record. Sobre a Globo, assisti a uma edição do Jornal Nacional e achei que, como na última Copa do Mundo, o que prevaleceu foi o "jornalismo-espetáculo". O enfoque era todo sobre a fé dos brasileiros e muito pouco sobre os interesses políticos do papa Bento 16, como o ensino religioso obrigatório no país.

    (03:19:02) Ricardo Feltrin: carioca-odessempre, também acho meio absurdo um papa vir ao Brasil e querer implantar o ensino religioso. É o fim da picada.


    (03:12:41) Cindy fala para Ricardo Feltrin: Na minha opinião, a RedeTV! foi melhor que a Record. Por que ela não faz parte da enquete?

    (03:19:42) Ricardo Feltrin: Cindy, estávamos preocupados com os "titãs" religiosos, no caso. Se não teríamos que colocar também a Gazeta, a Band, e nosso interesse era Globo e Record, que reacenderam a "guerra santa" com a cobertura do papa, primeiro porque a Record tinha uma obrigação pública de fazer essa cobertura e a Globo em si porque é o antagonista da Record nessa questão religiosa. Eu também vi a RedeTV! e não foi tudo isso, não.


    (03:17:34) Televisivo fala para Ricardo Feltrin: É verdade que os programas religiosos da Igreja Universal, como o "Fala que eu te Escuto", têm audiência?

    (03:21:35) Ricardo Feltrin: Televisivo, já vi dar 7 pontos de média durante a madrugada. Mas agora eles fazem um truque: anunciam, por exemplo, que vão discutir fidelidade, põe um bumbum no ar rebolando e uma chamada como 'o funk ajuda a traição' ou 'o adultério pode ser causado pelo erotismo'. Provavelmente não é o assunto que dá tanta audiência, mas a imagem que está no ar.


    (03:17:54) fã paraense fala para Ricardo Feltrin: Você não acha muita pretensão da Rede Record vincular que está rumo à liderança, afinal, ela está muuuuito longe!

    (03:22:09) Ricardo Feltrin: fã paraense, a direção da Globo, quando apresentou a programação e planejamento comercial de 2007, aqui em São Paulo, cerca de dois meses atrás, disse que a palavra liderança estava sendo usada um pouco demais.


    (03:18:18) morenno fala para Ricardo Feltrin: Acredito que a Globo está desesperada com o fato do número de católicos estar diminuindo, por isso quis fazer da transmissão uma forma de reverter esse quadro. Mas o fato é que esse show televisivo não significa nada para as pessoas tomarem uma posição e mudar de comportamento, você não acha?

    (03:22:59) Ricardo Feltrin: morenno, o número de católico diminuindo foi o lead que o Jornal da Record trouxe no mesmo dia que o Bento 16 falou das seitas. Para você ver como cada emissora escolhe o seu lead. Enquanto a Globo partiu para o Bento 16 critica as seitas, a Record foi de Bento 16 preocupado com a diminuição de católicos. Acho que religião cada um tem a sua, ninguém vai mudar de comportamento por isso. Não é a visita do papa que vai interferir em alguma coisa, nem essa conferência de bispos, pelo menos de imediato.


    (03:18:20) Rockogui fala para Ricardo Feltrin: Você acha que caso o Silvio Santos não autorize o Ceará a imitá-lo, o Pânico vai conseguir "sobreviver" em audiência?

    (03:23:09) Ricardo Feltrin: Rockogui, consegue.


    (03:20:10) Rockogui fala para Ricardo Feltrin: Você acompanhou a corrida? O Galvão estava visivelmente ou audivelmente irritado com o fato de ter que cortar para a missa. Ele chegou a dizer que sabia que todos os que estavam assistindo a corrida preferiam ver a corrida...

    (03:30:01) Ricardo Feltrin: Rockogui, é lógico! Se você está assistindo a corrida, ainda mais com o Felipe Massa ganhando, você não vai querer ver a missa. Na internet, onde a gente tem um acompanhamento em tempo real dos internautas, no primeiro dia, o papa deu audiência enorme. No segundo dia, deu audiência razoável. Na noite de quinta, a gente já sentia que o internauta tinha perdido completamente o interesse. Na sexta, ninguém lia, o papa entrava em oitavo lugar entre as matérias mais lidas e ainda assim era um serviço.


    (03:20:10) Televisivo fala para Ricardo Feltrin: Como você vê o episódio Clodovil versus a deputada Cida Diogo? Isso pode prejudicá-lo na TVJB?

    (03:30:21) Ricardo Feltrin: Televisivo, acho um absurdo o que falou, não tem cabimento o que ele fala.


    (03:21:54) SAM fala para Ricardo Feltrin: O que você espera do novo programa da XUXA, e sobre o Live Earth ?

    (03:30:31) Ricardo Feltrin: SAM, não sei, vou apurar e te falo.


    (03:28:52) rEcORd a caminho 1 fala para Ricardo Feltrin: Eu trabalhei dentro da Igreja Universal do Reino de Deus e posso garantir que lá dentro existe uma verdadeira guerra contra a Rede Globo. Você acha que os fiéis da igreja podem fazer a diferença na audiência? Até porque eu soube que vem aí a 'DESLIGA GLOBO', uma campanha que a igreja está lançando, e eu acredito que 10 milhões de fiéis no Brasil possam fazer a diferença. O que você acha?

    (03:32:13) Ricardo Feltrin: rEcORd a caminho 1, não acho que podem fazer diferença na audiência. Já teve o 'Desliga Globo' há dez anos. Assisti uma vez, para fazer uma reportagem para a Folha, um culto da Igreja Universal e o pastor ensinava as pessoas a tirar a freqüência da Globo da TV. Ele dizia que era a TV do demônio, para evitar que ele entrasse na sua casa você deveria tirar ela do ar.
  • Siga UOL Notícias

    Tempo

    No Brasil
    No exterior

    Trânsito

    Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host