UOL Notícias Ooops!
 

03/11/2008 - 14h19

"Jornal da Band" fecha ano como o que mais cresce na TV

Ricardo Feltrin
Colunista do UOL
Dos quatro grandes telejornais da TV aberta exibidos em horário nobre, o "Jornal da Band" fecha 2008 com dois títulos relevantes: foi o telejornal que mais cresceu no ibope no ano (na Grande SP); 2) pela primeira vez está na 3º posição no ranking de telejornais, e jogou o "SBT Brasil" para o "simbólico" 4º lugar (simbólico porque nem Band nem SBT enfrentam de fato o "JN" e o "Jornal da Record", são exibidos em horários distintos).

"Jornal da Band" encerra 2008 com motivos para comemorar


    O "Jornal da Band" começou o ano dando 4,8 pontos . Em outubro passou para 6,5 pontos (contra 4,7 do SBT). Para efeito de comparação, isso representaria um acréscimo de cerca de 250 mil telespectadores na Grande São Paulo.

    O telejornal ancorado por Ricardo Boechat também ampliou sua participação entre o total de TVs ligadas (o famoso índice de share) na Região Metropolitana de São Paulo. Os 8% de TVs ligadas que se mantinham sintonizadas no "Jornal da Band" em janeiro subiram para 11% em outubro.

    Estudo publicado em Ooops! no dia 27 de outubro mostrou que o "Jornal Nacional" mantém a liderança absoluta e folgada entre os jornais da TV, embora venha apresentando queda consistente desde janeiro de 2004.

    Em 2008, o "JN" teve médias de 33 pontos na Grande São Paulo. O "Jornal da Record" veio a seguir, com médias de 11 pontos (contra 6 da Band e 5 do SBT).


    Galvão repórter grava sem cinto de segurança em Interlagos

    Pequena saia justa na (para variar, ótima) cobertura da Globo no último GP do ano, em Interlagos. Em uma rara aparição como "repórter", o locutor Galvão Bueno fez uma reportagem (bacana) em que mostrava, ao volante, o nome de cada trecho do autódromo.

    Assim que viu a cena, a apresentadora Glenda Kozlowski alertou aos telespectadores que Galvão não estava usando o cinto para não atrapalhar seus movimentos e gestos, para apontar as curvas etc.

    Só que a reportagem ainda seria exibida mais duas vezes. Ficou claro que poderia pegar mal (para a Globo e Galvão) dirigir em um autódromo sem cinto. Escaldada, nas duas exibições seguintes a Globo fez questão de alertar o telespectador que ele precisa dirigir com cinto. Até o próprio Galvão veio à câmera se justificar depois.


    Quem é Legal

    "A New Hallelujah", de Michael W. Smith

    Esta coluna, que gosta tanto de música, poderia passar parágrafos e mais parágrafos justificando porque este CD de música gospel, que teve lançamento mundial na semana passada nos EUA, é uma verdadeira obra-prima musical. Sim, leitor secular, música gospel, sim. Ou simplesmente música. Seja qual o estilo, neste CD você tem o nível mais elevado que alguém pode ouvir. Dono de uma história musical e pessoal incrível, o ex-cantor pop e ex-adicto norte-americano Michael Whitaker Smith se transformou em ícone incontestável da música gospel do mundo. Em "A New Hallelujah" ele conseguiu, com a participação do lindo coral African Childrens Choir, provar que a música contemporânea ainda pode ter inspiração divina.


    Quem Irrita

    Programação da TV paga no fim de semana

    Assistir TV por assinatura (caríssima) nos finais de semana é hoje um exercício de tolerância e paciência budista. Sabe aquele episódio de seriado que você vê na manhã de sábado? Sabe aquele documentário do canal de história? Sabe aquele filme que o canal pimpão exibe nas primeiras horas da manhã? Não se preocupe em querer acompanhar. Você não vai perder nada. Pois esses canais vão exibir TUDO DE NOVO CINCO OU SEIS VEZES ATÉ A NOITE DE DOMINGO.

    E, lembre-se, você paga por isso.

    Siga UOL Notícias

    Tempo

    No Brasil
    No exterior

    Trânsito

    Cotações

  • Dólar comercial

    17h00

    0,60
    5,628
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,65
    101.259,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host