UOL Notícias Ooops!
 

18/01/2010 - 13h20

Fernando Meirelles recebe convite para filmar Janis Joplin

Ricardo Feltrin
Colunista do UOL
Atualizado às 16h05

O cineasta brasileiro Fernando Meirelles vai filmar um longa sobre a vida da cantora e compositora norte-americana Janis Joplin. Por email, nesta segunda, o cineasta premiado confirmou ter recebido o convite, mas diz que ainda não assinou contrato.



Um filme definitivo sobre a cantora vem sendo prometido desde 2006 ("Gospel According To Janis"), mas o projeto de Meirelles é inédito, bancado por grupo de investidores norte-americanos. Meirelles foi escolhido pelo grupo para dirigir. Não foi escolhido o elenco ainda. Em "Gospel According" a escolhida foi Zooey Deschanel. "Jamais havia ouvido falar (desse projeto)", diz o diretor e dono da O2.

Segundo Ooops! apurou, um pré-roteiro já foi apresentado a Meirelles, mas ele não teria ficado plenamente satisfeito e ainda tenta melhorá-lo. Ainda não há data prevista para o início das filmagens.

Não será o primeiro longa baseado na vida de Joplin, que morreu em 1970, aos 27 anos, de overdose de heroína. O filme "A Rosa" (The Rose), de 79, contou a conturbada vida da artista, com Bette Midler no papel principal. Mas não teve ares de superprodução, como desta vez se promete.

Rede TV é campeã de venda de horários

Levantamento feito em dia útil aponta que a Rede TV! é a emissora de TV aberta que mais vende espaço para terceiros. A Rede TV loteia quase que metade de sua programação. Por dia, apenas 12 horas exibidas na emissora são de sua própria produção.

A outra metade é alugada para bispos, apóstolos, vendedores e anúncio de produtos de eficácia não garantida e mesmo suspeitos.

A emissora faz isso por meio de brecha no desobedecido decreto nº 52.795, de 1963. Ele prevê que as TVs abertas são obrigadas a "limitar a um máximo de 25% do horário da sua programação diária, o tempo destinado à publicidade comercial".

Fim de semana é pior

De 28 programas exibidos pela Rede TV num sábado, 15 eram horário vendido a terceiros. Na Band, o caso é ainda pior: de 21 programas, 15 não eram produções da emissora.

Se somados os horários comerciais vendidos pelas duas emissoras, Rede TV e Band chegam ao nível de 70% de horários vendidos num dia, para apenas 30% de conteúdo próprio.

Cabe lembrar que, em meio ao absoluta terra sem lei que é a TV aberta, alguns deputados, parvos ou com interesses escusos, estão lutando para obrigar as TVs pagas a exibir uma cota de conteúdo nacional. Pelo jeito, só se for conteúdo religioso ou de televendas.

Outros lados

A coluna pediu que as emissoras comentassem os números. Como o pedido foi feito apenas no final da manhã desta segunda-feira, eventuais declarações serão inseridas neste texto em breve.

Quem Irrita

"BBB", "A Fazenda", "Solitários"

Enquanto algumas emissoras loteiam seus horários a granel, sem que o governo se mexa, outras TV's produzem seu próprio conteúdo, mas comparável a material orgânico decomposto. Não há absolutamente nada que preste ou que se aproveite dos três realities shows em vigor na TV aberta nas 3 principais emissoras do país. Só cabecinhas vazias, muito abuso em provas desumanas e egolatria.

Quem Enoja

Cônsul geral do Haiti em São Paulo, George Samuel Antoine, protagoniza um dos mais horrendos momentos da TV brasileira em todos os tempos, captados pela equipe do "SBT Brasil".

Assista a mais notícias exclusivas sobre TV, música e patos no programa Ooops!, da TV UOL.

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h57

    0,09
    3,336
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    0,84
    61.272,22
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host