Quarta - 01/11

Brasileiro

21h45 - Fortaleza x Corinthians


Pelé.Net
Chamusca está mantido
23h38 25/08/2005

Péricles: 'Temos de ter cabeça no lugar'

Técnico do Bota admite que o momento é difícil, mas garante que não sai do clube. Bebeto engrossa o coro e diz que treinador está mantido.

Do Pelé.Net

RIO DE JANEIRO - O trabalho do técnico Péricles Chamusca passou a ser questionado no último domingo, após a derrota para o Fortaleza. Com o resultado negativo desta quinta-feira diante do Internacional, ele voltou a ser questionado. E admitiu que o momento é complicado, mas que segue no comando do clube carioca.

"O momento é difícil. Mas nessa competição, outros times de qualidade também passaram por essa situação. O Inter, por exemplo, ficou cinco jogos sem ganhar. Temos que ter a cabeça no lugar e administrar essas arestas que ficam por conta da falta do resultado. Esse vai ser nosso trabalho no dia-a-dia", disse.

O presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, engrossou o coro puxado por Chamusca e garantiu a permanência do técnico.

"Essa é a pior colocação do Botafogo no campeonato inteiro. Mas o técnico é tão responsável quanto os jogadores e eu. Ficar querendo saber o que vai acontecer com o técnico é algo que foge um pouco. Temos que esperar que as coisas aconteçam, ele assumiu o time num momento difícil. Não podemos queimá-lo, temos que ter a cabeça no lugar", afirmou à Rádio Globo.

Durante o jogo, Chamusca chegou a ser vaiado por parte da torcida, que pediu sua saída. Apesar do clima hostil, o técnico minimizou o fato.

"A linguagem do torcedor é essa. Se o resultado vem, o trabalho é bom, se não, é ruim. O torcedor sempre vai responsabilizar o treinador, porque isso faz parte do contexto do futebol brasileiro. O torcedor de arquibancada quer ver o time ganhar, e se não ganha, pede a troca de treinador. Temos que entender e trabalhar para que ela fique satisfeita", completou.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrenta o Corinthians, líder do Brasileiro, no Pacaembu. Além da dificuldade natural de se enfrentar um adversário qualificado, Chamusca terá que lidar com o abatimento psicológico dos jogadores.

"A falta do resultado traz abatimento, mas vamos ficar atentos a isso. Vamos mostrar como foi o jogo e não é sempre que vai acontecer de a bola bater nas duas traves e não entrar. Se a gente mantiver essa disposição e atitude de hoje [quinta] vamos conseguir os resultados. Vamos trabalhar o psicológico do grupo", afirmou.

Durante esta semana, Chamusca cobrou atitude dos jogadores, alegando que faltou esta qualidade na partida contra o Fortaleza. Mas o treinador se disse satisfeito com a aplicação dos atletas na partida desta quinta, contra o Inter.

"Tenho que parabenizar o grupo nesse sentido. O time foi guerreiro, teve raça, correu o tempo inteiro e buscou o resultado mesmo depois de perder o pênalti. A equipe não se abateu, criou chances e marcou. A equipe está de parabéns pela atitude que teve no jogo, só faltou um resultado melhor para premiar a disposição do grupo", declarou Chamusca.

"Tivemos o controle do jogo no segundo tempo. O adversário marcou muito bem, jogamos contra uma equipe qualificada. Faltou qualidade à nossa finalização", concluiu o técnico.


Veja também

  Leia o que já foi publicado sobre o Botafogo



Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos:
© Copyright Zipsports Ltda. Todos os direitos reservados

Shopping UOL