Quarta - 01/11

Brasileiro

21h45 - Fortaleza x Corinthians


Pelé.Net
Obina: antagonismo
23h25 08/09/2005

Obina quebra jejum, mas sai machucado

Após 66 dias, atacante reencontrou-se com as redes nesta quinta. Porém, voltou a sentir uma contusão.

Do Pelé.Net

RIO DE JANEIRO - Duas cenas antagônicas marcaram a trajetória de Obina nesta quinta-feira. Primeiro, o beijo no escudo e a fisionomia de alívio após marcar o gol do Flamengo no empate por 1 a 1.

Depois, estatelado no chão, o atacante socou o gramado diversas vezes ao constatar que dores na região lombar o retirariam do jogo.

A satisfação do primeiro ato e o inconformismo do segundo se justificam. Contratado para ser o "homem-gol" rubro-negro, o centroavante não marcava um gol havia mais de dois meses. Sessenta e seis dias precisos.

"Sabia que na hora certa Deus iria me abençoar", disse Obina, que em seguida lamentou a contusão: "Fiz um movimento muito brusco e isso me tirou de campo. Fiquei chateado, soquei o chão. Mas se Deus quiser vou estar em campo contra o Santos".

O histórico de problemas médicos do jogador preocupa. Antes de sair nesta quinta com dores lombares, ele ficou mais de um mês tratando-se de um não diagnosticado incômodo lombar.

"Nenhum jogador gostaria de ter tantas contusões", lembrou. Ao ser questionado se as constantes ausências de Obina estavam causando uma quebra de confiança na capacidade do jogador, o técnico Andrade desconversou.

"O Obina tem pouco tempo de profissional, acho que três anos. Não teve base na infância e por isso as contusões aparecem", declarou.


Veja também

  Leia o que já foi publicado sobre o Flamengo



Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos:
© Copyright Zipsports Ltda. Todos os direitos reservados

Shopping UOL