Quarta - 01/11

Brasileiro

21h45 - Fortaleza x Corinthians


Reuters
Vélez: 0 a 0
00h24 10/05/2006

Vélez empata longe de casa ante Chivas

Equipe argentina joga mal e é pressionada, mas fica no 0 a 0 no primeiro jogo das quartas-de-final da Copa Libertadores.

Do Pelé.Net

SÃO PAULO - O Vélez Sarsfield jogou mal, suportou a pressão do Chivas e "saiu no lucro" com o empate por 0 a 0 na noite desta terça-feira, no estádio Jalisco, em Guadalajara, pelo jogo de ida das quartas-de-final da Copa Libertadores.

O placar faz com que a decisão do semifinalista siga em aberto. Os dois times voltam a se enfrentar só depois da Copa do Mundo, dia 20 de julho, em Buenos Aires. Quem vencer, fica com a vaga. Nova igualdade sem gols leva a decisão para os pênaltis. Empate com gols coloca o Chivas entre os quatro melhores.

O classificado de Chivas e Vélez encara na semi quem passar do duelo entre Estudiantes, da Argentina, e São Paulo, que fazem o jogo de ida das quartas nesta quarta-feira, às 21h45, em Quilmes, com transmissão ao vivo pelo Placar UOL Esporte.

O time argentino entrou na fase final com a melhor campanha da competição, com cinco vitórias e apenas um empate. Nas oitavas, a equipe superou o rival argentino Newell´s Old Boys ao vencer o primeiro encontro por 4 a 2 e empatar o segundo por 2 a 2.

Nesta terça, o Vélez não fez uma boa apresentação, mas conseguiu o bastante para brecar o Chivas, que foi melhor em toda a partida. O representante do México, que avançou com o segundo lugar no grupo 1 (atrás do São Paulo, time que derrotou em casa e no Morumbi), eliminou nas oitavas o Independiente Santa Fé, da Colômbia, ao vencer em Guadalajara por 3 a 0 e perder fora por 3 a 1.

O Chivas mais uma vez não contou com sua força máxima. O goleiro Oswaldo Sánchez, os defensores Carlos Salcido, Gonzalo Pineda e Francisco Rodríguez, o meia Ramón Morales e o atacante Omar Bravo já estão treinando com a seleção que se prepara para a Copa do Mundo da Alemanha.

No entanto, quem pareceu sentir mais foi o Vélez, que não escalou o atacante Lucas Castromán, que se desentendeu com o técnico Miguel Ángel Russo e não foi relacionado com o elenco que viajou ao México. Sem o avante, a equipe perdeu seu poder de fogo na frente e pouco incomodou a meta mexicana.

O Chivas pressionou desde os minutos iniciais e jogou o primeiro tempo praticamente no campo do adversário. A primeira chance clara do time da casa só saiu aos 20min, quando Santana arriscou e o goleiro Sessa afastou o perigo. O Vélez tentou o troco dois minutos depois, mas o goleiro Michel fez boa defesa em investida de Ereros.

Depois dos 30min, os dois times deixaram a bola de lado e a partida ficou mais dura, com jogadas ríspidas dos dois lados.

O panorama do jogo praticamente não se alterou na segunda etapa. Aos 15min, Bautista perdeu a melhor oportunidade para o Chivas. O atacante teve tempo para dominar frente ao goleiro Sessa, mas, na hora de finalizar, foi desarmado por Pellegrino.

Aos 17min, foi a vez de Medina, que acabara de entrar na vaga de Martínez, arrematar de canhota e colocar rente à trave do Vélez. O Chiva seguiu melhor e quase marcou aos 31min, em tiro de Olvera que passou com perigo. Os argentinos se fecharam na defesa até o final e garantiram o empate sem gols fora de casa.


Veja também

  Leia o que já foi publicado sobre Futebol Internacional



Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos:
© Copyright Zipsports Ltda. Todos os direitos reservados

Shopping UOL