Publicidade


Especiais

Matérias sobre a sua equipe; leia








Quarta - 01/11

Brasileiro

21h45 - Fortaleza x Corinthians


Placar
Adrianinho: austríaco.
20h11 07/03/2003

Adrianinho aceita chamado da Áustria

Meia da Ponte Preta, que tem dupla cidadania, ficou feliz com possibilidade de defender seleção européia.

Marcius Azevedo, especial para o Pelé.Net

SÃO PAULO - O meia Adrianinho, atualmente na Ponte Preta e que já foi pretendido pelos grandes clubes da capital, recebeu uma notícia inesperada nesta sexta-feira. O técnico da seleção da Áustria, Hans Krankl, estaria interessando em convocá-lo para defender o país.

O jogador, de 24 anos, tem dupla cidadania (conseguida pelo fato do pai e dos avós serem austríacos) e seria uma espécie de solução para o meio-campo pouco criativo da seleção européia.

Adrianinho se empolgou com o fato. "Minha mentalidade sempre foi defender o Brasil, mas agora isso mudou. Surgiu essa oportunidade da Áustria e se realmente acontecer, eu aceitarei numa boa", afirmou o meia, que foi procurado até por dois jornais austríacos.

Ele pensa em seguir os passos de Paulo Rink. Após se destacar no Atlético-PR, o atacante se transferiu para o futebol da Alemanha e, em seguida, conseguiu passaporte alemão. Foi convocado pelo técnico Berti Vogts e defendeu o país em algumas partidas.

O meia da Macaca, inclusive, pensa em se transferir para o futebol austríaco já no final deste ano, quando acaba seu compromisso com a Ponte Preta. Em dezembro de 2002, o Sturm Graz até fez uma proposta ao clube campineiro, mas ela não foi aceita.

"Sei dessa possibilidade da Europa e estaria interessado em me transferir. Poderia aprender mais sobre o país e me adaptar ao futebol austríaco", afirmou Adrianinho. "No ano passado, eu quase fui. Estava bem perto, mas acabou não acontecendo", emendou.

E essa adaptação será mesmo necessária. O meia afirmou não conhecer nada do país e nem do futebol local. "Não sei nada. Nunca fui. Apenas ouvi algumas histórias contadas pelo meu pai e pelo meu avô", revelou Adrianinho.

O pai do jogador, Manfrede - já falecido -, saiu da Áustria um pouco antes do início da Segunda Guerra Mundial. A cidade onde nasceu, inclusive, não existe mais. "Ela foi invadida pela República Tcheca naquela época. Atualmente o nome é muito complicado", disse o meia, que é natural de Jundiaí.

Atualmente a Áustria está na terceira colocação do Grupo 3 das Eliminatórias para a Eurocopa de 2004, com seis pontos em três partidas. A Holanda lidera com os mesmos seis pontos e duas partidas. A República Tcheca aparece em segundo, com seis pontos em duas partidas.

"Seria muito bom estrear classificando a Áustria para a Eurocopa e depois disputá-la em 2004", finalizou.

Adrianinho pode ser convocado pela Áustria




Computando seu voto...
Carregando resultado

Total de votos:
© Copyright Zipsports Ltda. Todos os direitos reservados