08h01 21/10/2008

Ex-lateral de Galo e Inter leva esporte a pessoas carentes

Há pouco menos de seis meses no cargo de secretário adjunto de Esportes de BH, Paulo Roberto Prestes quer ampliar projetos sociais.

Bernardo Lacerda, do Pelé.Net

BELO HORIZONTE - Ex-lateral-esquerdo de Atlético-MG e Internacional, que se enfrentarão no próximo sábado pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, Paulo Roberto Araújo Prestes se mantém ligado ao esporte de duas formas diferentes. Ele concilia as atividades como secretário municipal adjunto de esportes na capital mineira e comentarista de futebol na TV Alterosa, afiliada ao SBT.

TITULAR DO GALO POR 10 ANOS
Bruno Cantini/site oficial do Atlético-MG
Bruno Cantini/site oficial do Atlético-MG
Paulo Roberto concilia cargo de secretário adjunto de esportes com ade comentarista
Paulo Roberto Prestes começou sua carreira de jogador no Internacional-RS, em 1982, mesmo time onde jogou o seu pai, Luís Carlos. Ele passou ainda pelo Botafogo e Palmeiras, mas foi no Atlético-MG, onde ficou por dez anos, que teve seus melhores momentos e conquistou mais títulos.
"Vivi duas épocas no Atlético. Na década de 80, que o Atlético tinha um grande time, um dos melhores, que rivalizava contra qualquer equipe e na década de 90, onde também tínhamos um bom time, mas que era bem mais disputado. Mas sem dúvida fui muito feliz aqui neste clube", comentou Paulo Roberto, irmão do ex-ponta-esquerda Tato, que fez sucesso no Fluminense, na década de 80.
Cinco vezes campeão mineiro vestindo a camisa alvinegra, o ex-jogador notabilizou-se pelas arrancadas ao ataque e pelo chute forte de pé esquerdo, além de demonstrar grande garra dentro de campo. Ele aponta o fato de nunca ter conseguido sagrar-se campeão brasileiro pelo Galo como a sua principal frustração na carreira.
"Minha maior tristeza foi não ter dado um Campeonato Brasileiro ao Galo. Fui muito feliz neste clube, me identifiquei muito com a torcida, com a história do clube, mas, infelizmente, não consegui dar esta alegria aos torcedores atleticanos", disse Paulo Roberto, 44 anos, que encerrou sua carreira no Internacional, há 11 anos.
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO ATLÉTICO-MG
LEIA NOTÍCIAS DO INTERNACIONAL
"Com os nossos projetos a gente consegue fazer pessoas comuns a voltarem a ser gente e fazerem outras pessoas, crianças, a terem uma vida digna. Isso é o mais importante e gratificante do meu trabalho", comentou Paulo Roberto, que foi revelado pelo Internacional, defendeu também Palmeiras e Botafogo, mas se destacou principalmente pelo Atlético-MG, time em que ficou entre 1986 e 1996.

Há menos de seis meses como secretário adjunto de esportes de Belo Horizonte e há quase nove anos como comentarista de futebol, Paulo Roberto Prestes mantém o esporte presente no seu dia a dia. "Sem dúvida o esporte faz parte da minha vida, estou há muito tempo envolvido com o esporte e hoje ainda tenho ele ao meu lado", observou o ex-jogador.

Natural de Porto Alegre, mas radicado em Belo Horizonte, o ex-lateral comenta que ao assumir o seu cargo teve como meta "melhorar e ampliar" os projetos de esportes para todas as regiões de Belo Horizonte. Segundo ele, isso é o que vem acontecendo por meio de parcerias com várias instituições. Além disso, Paulo Roberto revela que vários projetos novos estão surgindo e a prática esportiva vem se difundido na capital Mineira.

"Temos o Programa Segundo Tempo, que é o programa do Governo Federal com cinco escolas públicas aqui de Belo Horizonte, onde as crianças estudam em um horário e praticam exercícios em outro", exemplificou Paulo Roberto, lembrando que os projetos em andamento não são apenas para crianças e jovens, mas também para ex-jogadores.

"A gente tem uma parceria com a Agap (Associação de Garantia ao Atleta Profissional), temos projetos para deficientes físicos, onde fazemos atividades específicas, interessantes, que ajudam as pessoas a ter uma melhor qualidade de vida, temos projetos para idosos, levando a prática esportiva, de qualquer tipo, para eles", contou.

Há pouco tempo na Secretaria Municipal de Esportes, Paulo Roberto não sabe o que acontecerá no ano que vem, em razão das eleições para prefeito na capital mineira, em 2008, cujo segundo turno é disputado por Márcio Lacerda (PSB), com apoio do atual prefeito Fernando Pimentel (PT), e Leonardo Quintão (PMDB). Apesar disso, ele se diz feliz e realizado com o seu trabalho.

"É impressionante como na secretaria a gente consegue fazer muitas coisas boas para todas as pessoas. Temos, por exemplo, o projeto BH Cidadania, que foca os bairros de maior carência de Belo Horizonte. É incrível o que vem sendo feito nestas regiões, a prática esportiva em Belo Horizonte tem tido um ganho impressionante", disse o ex-jogador.

Paulo Roberto, no entanto, ainda vê muitas dificuldades a serem superadas no futuro, caso permaneça no cargo de secretário. "Eu tenho tentado implementar e colocar na cabeça do Governo a importância do esporte para a vida das pessoas. A necessidade de se aumentar ainda mais os projetos, o número de pessoas a serem ajudadas. O esporte, o lazer hoje é tão importante como a cultura, a educação", explicou.

Comentarista esportivo

Paralelamente ao seu trabalho na Secretaria Municipal de Esportes, Paulo Roberto Prestes trabalha como comentarista de futebol nos programas Alterosa Esporte, transmitido diariamente pela TV Alterosa, e no Meio de Campo, exibido pela Rede Minas. "Estou há quase nove anos nesta função de comentarista. Trabalho ao lado de grandes pessoas, é um trabalho interessante", observou.

Na Rede Minas, Paulo Roberto Prestes comenta as partidas, ao lado do também ex-jogador Palhinha, que atuou no Cruzeiro e Atlético. Já na Alterosa, o ex-jogador tem como companheiros, os também ex-jogadores, Evaldo, que jogou no Cruzeiro na década de 60, e Jair Bala, que vestiu a camisa do América-MG, entre outros clubes.

"São grandes pessoas, companheiros de profissão. Converso muito com eles, temos uma boa convivência. O Palhinha, por exemplo, é meu amigo há muito tempo. O Evaldo faz a mesma função que eu, é um cara incrível, tem ainda o Jair Bala e outros companheiros", comentou.

Paulo Roberto não pensa em se formar jornalista. "Não sou formado, acho uma profissão muito bacana, incrível, mas não pretendo me formar nisso. Mas já tenho experiência nesta área. Não tenho dificuldades, já sei o que preciso fazer", disse.

O ex-lateral acredita que a larga experiência no futebol, e os anos de vida na profissão, ajudam na tarefa de comentar os jogos. "Sem dúvida que por estar há muito tempo trabalhando com o futebol, ter estado dentro de campo, me ajudou a compreender melhor, me ajuda a comentar os jogos, a saber o que se passa dentro de campo", comentou Paulo Roberto.

Embora não queira se formar em jornalismo, ele pretende fazer um curso superior, ligado ao esporte. "Gostaria de fazer uma administração voltada para a área de esporte, até uma Educação Física, algo voltado para o que gosto que é o esporte", revelou.



  Com os nossos projetos a gente consegue fazer pessoas comuns a voltarem a ser gente e fazer outras pessoas, crianças, a terem uma vida digna. Isso é o mais importante e gratificante do meu trabalho.
Paulo Roberto Prestes, ex-lateral-esquerdo de Internacional, Botafogo, Palmeiras e Atlético-MG, que concilia a carreira de comentarista esportivo de televisão com o cargo de secretário adjunto de Esportes de Belo Horizonte.
Paulo Roberto Araújo Prestes

21/04/1964

Porto Alegre-RS

Times
- Internacional (82-83)
- Botafogo (84)
- Palmeiras (84-85)
- Atlético-MG (86-96)
- Botafogo (96)
- Internacional (97)
Títulos
- Gaúcho (82,83, pelo Internacional)
- Mineiro (86, 88, 89, 91 e 95, pelo Atlético-MG)
- Campeonato Carioca (96, pelo Botafogo)
- Campeonato Gaúcho (97, pelo Internacional)





© Copyright Zipsports Ltda. Todos os direitos reservados

Shopping UOL