UOL Notícias Política
 

03/02/2009 - 11h16

CNT/Sensus: Lula bate novo recorde de popularidade e atinge 84% de aprovação

Piero Locatelli*
Do UOL Notícias
Em Brasília
Atualizada às 13h51
O presidente Lula chegou a 84% de aprovação, a mais alta do seu mandato, segundo pesquisa CNT/Sensus divulgada hoje.

Leia mais sobre a pesquisa

  • Mastrangelo Reino/Folha Imagem

    Em indicação espontânea, 21,3% dos entrevistados disseram que votariam em Lula pra presidente em 2010, apesar de a legislação atual proibir o terceiro mandato

A 95ª Pesquisa CNT/Sensus foi feita entre os dias 26 e 30 de janeiro, em 136 cidades de todas as regiões do país. Dois mil eleitores foram entrevistados. A margem de erro é de três pontos percentuais.

A popularidade de Lula subiu quase três pontos percentuais em relação à última pesquisa, realizada em dezembro de 2008. Nela, o presidente possuia 80,3% de aprovação. A aprovação de Lula tem aumentado seguidamente nas últimas treze pesquisas.

O pior indíce de Lula foi durante o mensalão, quando ele era aprovado por 50% dos entrevistados.

Quando o assunto é 2010, Lula lidera a preferência dos entrevistados entre os nomes para Presidência. Em indicação espontânea, Lula aparece com 21,3%, seguido por José Serra (8,7%), Aécio Neves (3,9%), Dilma Rousseff (2,5%), Geraldo Alckmin (1,3%), Ciro Gomes (1,2%) e Heloísa Helena (0,8%). Responderam não ter candidato para 2010 cerca de 58% dos entrevistados.

Pela legislação atual, Lula não pode concorrer a um terceiro mandato. O presidente já afirmou em diversas ocasiões que não tem interesse em alterar as regras para poder disputar a presidência em 2010.

Fernando Rodrigues: números desafiam
as previsões

Serra x Dilma

A Pesquisa CNT/Sensus também elaborou listas de hipotéticos candidatos para o primeiro turno das presidenciais de 2010. A primeira proposta para indicação estimulada traz José Serra com 42,8%, Dilma Rousseff com 13,5%, Heloísa Helena com 11,2%. Nesse cenário, 32,6% se disseram sem candidato.

Em relação ao levantamento anterior, realizado em dezembro do ano passado, a pesquisa mostra um aumento de 3,1 pontos percentuais a favor de Dilma, e 3,7 pontos percentuais a menos entre os que apoiam Serra.

Para um eventual segundo turno entre Serra e Dilma em 2010, 50,8% dos entrevistados responderam que votariam no tucano, contra 16,6% de apoio para a petista. Em dezembro, Serra tinha 53,7% e Dilma aparecia com 14,5%.

Aécio x Dilma

No cenário de um eventual primeiro turno com a presença do atual governador de Minas Gerais, Aécio Neves, as preferências apontadas pelos entrevistados são as seguintes: Aécio com 23,3%, seguido por Heloísa Helena (18,2%), Dilma Rousseff (16,4%), com 42,2% sem candidato.

A disputa Aécio versus Dilma em um segundo turno estimulado mantém a liderança do PSDB. O governador tem hoje 30,4%, contra 23,9% da ministra e com 45,8% sem cadidato. Em relação ao levantamento anterior, Aécio tem agora 1,9 ponto percentual a menos, enquanto Dilma cresceu 3,1 pontos.

*Com colaboração do UOL Notícias em São Paulo

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    4,187
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h22

    -0,65
    106.059,95
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host