UOL Notícias Política
 

23/06/2009 - 18h51

Heráclito Fortes diz que "se responsabiliza" por novos diretores do Senado

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília
O primeiro-secretário da Mesa do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), afirmou nesta terça-feira (23) que "se responsabiliza" pelo trabalho dos novos funcionários designados para a diretoria-geral e para a diretoria de recursos humanos da Casa.

Foram afastados nesta terça Alexandre Gazineo, diretor-geral, e Ralph Campos, diretor de Recursos Humanos. Eles serão substituídos, inicialmente por um período de 90 dias, por Haroldo Tájra e Dóris Peixoto, respectivamente.

"Eu conheço todos os servidores. Os nomes foram aprovados pelo senador Sarney, mas minha opinião prevaleceu. E eu assumo a responsabilidade por erros e acertos que ocorram daqui pra frente", disse. "Tenho confiança nestas pessoas. Elas estão à altura de, nesse momento, prestar ao Senado um serviço que nós precisamos. Fomos procurar a renovação, procurar pessoas competentes, diretores que façam a máquina funcionar".

O primeiro secretário disse que o afastamento dos dois diretores foi necessário porque ambas as funções são responsáveis pelos atos administrativos. "Os atos secretos têm decisões siamesas. Precisávamos ter liberdade nessas duas funções, que são conjuntas".

Para Heráclito, "não ficaria nem bem" para Ralph Campos continuar na função, tendo sido afastado o diretor-geral. Sobre Dóris, o senador lembrou que ela presidiu a comissão que fez o levantamento dos atos secretos - cujo relatório foi divulgado nesta terça, apontando um total de 663 atos.

O senador concluiu sua defesa dos novos diretores com um apelo. "Só peço que vocês deem tempo aos novos diretores para eles mostrarem trabalho".

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    12h59

    -0,24
    3,736
    Outras moedas
  • Bovespa

    13h00

    0,55
    104.016,56
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host