UOL Notícias Política
 

01/12/2009 - 09h48

"As imagens não falam por si", diz Lula sobre denúncias no DF

Lísia Gusmão
Enviada especial da EBC
Em Estoril (Portugal)

Comente as denúncias de corrupção no governo do DF

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva cobrou hoje (1º) do Congresso Nacional a aprovação da reforma política e do financiamento público das campanhas para evitar crimes eleitorais.

Segundo a Polícia Federal, o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM), teria recebido dinheiro não declarado de empresas privadas para sua campanha, em 2006. Para Lula, a reforma política é condição para evitar escândalos como o que atinge o governo do DF.

"Já mandei duas minirreformas políticas para o Congresso Nacional. Mandamos agora uma reforma com sete pontos importantes para serem votados, entre eles o financiamento público", disse Lula.

"Espero que o Congresso tenha maturidade para compreender que grande parte dos problemas que acontecem envolvem a questão da estrutura partidária no Brasil", acrescentou o presidente.

Lula, no entanto, evitou comentar as acusações que envolvem o governador Arruda em um esquema de corrupção. Segundo o presidente, "as imagens não falam por si".

"O que fala por si é todo o processo de apuração, todo o processo de investigação. Quando tiver toda a investigação terminada, a Polícia Federal vai ter que apresentar o resultado final do processo. Aí quem vai fazer juízo de valor é a justiça. O presidente da República não pode ficar dando palpite", disse.


Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,70
    4,120
    Outras moedas
  • Bovespa

    18h28

    0,26
    110.963,87
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host