PT deveria ter usado apoio a Lula para fazer reformas, diz Luiz Marinho

Colaboração para o UOL

O pré-candidato ao governo de São Paulo Luiz Marinho (PT) afirmou que o seu partido errou em "algumas escolhas" durante o governo Lula. O petista destacou ainda que o apoio do povo ao ex-presidente era a oportunidade correta para o partido fazer "reformas necessárias" no país, como a política e a tributária.

Durante a sabatina promovida por UOL, Folha de S. Paulo e SBT nesta segunda-feira (28), o ex-prefeito de São Bernardo do Campo afirmou que o Partido dos Trabalhadores deveria ter aproveitado a liderança do ex-presidente Lula, que deixou o cargo com 83% de ótimo ou bom em 2010.

Leia mais:

"Nosso primeiro erro foi não ter apostado na Reforma Política para acabar com o financiamento privado e instituir o financiamento público", afirmou o pré-candidato. "Agora, mudou, graças a Deus."

Em agosto de 2017, a Câmara aprovou um fundo público de R$ 2 bilhões para financiamento de campanha e pessoas físicas podem doar até 10% do seu rendimento do ano anterior.

De acordo com Marinho, ex-ministro da Previdência Social, o governo Lula também deveria ter feito a Reforma Tributária. "É uma necessidade", afirmou o pré-candidato. "Quem paga essa conta é o trabalhador."

Prisão do ex-presidente

Marinho afirma que o ex-presidente Lula, preso no começo de abril, continua a seu lado. De acordo com o pré-candidato, seu colega de partido é "totalmente inocente".

"Eu fui ler a sentença do [juiz federal Sérgio] Moro, não é uma comprovação", afirmou o ex-prefeito. Ele disse que, como o STF (Supremo Tribunal Federal) ainda julgará o mérito sobre Lula, o ex-presidente continua como forte candidato.

"Lançamos a pré-candidatura dele neste final de semana. Eu participei de três eventos", declarou Marinho.

Marinho é o primeiro pré-candidato a ser sabatinado entre os postulantes ao governo estadual deste ano. Na quarta-feira (30) será a vez do governador Márcio França (PSB). Na semana que vem, serão entrevistados João Doria (PSDB) e Paulo Skaf (MDB).

Marinho foi sabatinado pelos jornalistas Diogo Pinheiro, chefe de reportagem do UOL, Daniela Lima, repórter da Folha, e Carlos Nascimento, âncora do SBT.

Veja íntegra da sabatina do UOL, Folha e SBT com Luiz Marinho

UOL Cursos Online

Todos os cursos