Pesquisa aponta internet como principal fonte de informação dos eleitores

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images/iStockphoto

    Celular é o principal meio de acesso à internet dos brasileiros

    Celular é o principal meio de acesso à internet dos brasileiros

A maioria dos eleitores brasileiros pretendem acompanhar a campanha eleitoral deste ano pela internet, aponta pesquisa divulgada nesta quarta-feira (1). De acordo com o Instituto Paraná Pesquisas, 42,5% dos entrevistados afirmou que este será o principal meio de informação sobre as eleições em 2018.

Outros 36,7% responderam que preferem a televisão para informar-se sobre as eleições. Jornais impressos ficaram com a preferência de apenas 6,3% dos entrevistados e o rádio, com 5,6%. Ainda 3,7% dos entrevistados não souberam responder e 5,1% não usará nenhum destes meios de informação. 

A pesquisa com respostas estimuladas foi realizada entre os dias 25 e 30 de julho em 170 municípios nas 27 unidades da federação com 2.240 eleitores a partir dos 16 anos de idade. Ela foi registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-00884/2018 para o cargo de presidente. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Brasileiros acima de 60 anos preferem TV

Segundo a sondagem, apenas na faixa etária acima dos 60 anos a TV será o principal meio de informação nestas eleições presidenciais: 44,1% da preferência entre os idosos. Internet e redes sociais contam com a preferência de 32,4% do eleitorado nesta faixa etária.

Entre os eleitores que estudaram apenas até o Ensino Fundamental, 40,4% preferem a TV e 38,2% a internet e redes sociais, um empate técnico dentro da margem de erro.  

Entre os eleitores de 45 a 59 anos, internet e TV também estão em empate técnico como principal fonte de informações eleitorais. Ao todo, 38,7% dos eleitores desta faixa preferem a internet e as médias sociais, enquanto 37,5% prefere a TV.

Quando se analisa os jovens de 16 a 24 anos, a internet chega a 48,9% de preferência, a mais alta entre todos os eleitores, contra 34,9% que preferem a TV, 3,4% os jornais e 3,9% o rádio. Os que não irão usar nenhum destes meios de comunicação somaram 5% e não souberam outros 3,9% dentre os entrevistados.

Nos recortes por gênero e região do país a internet e as redes sociais também dominam a preferência dos eleitores, seguida por TV e depois jornais impressos e rádio. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos