Alvaro Dias declara ao TSE patrimônio de R$ 2,9 milhões

Ana Carla Bermúdez

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

    Alvaro Dias (Podemos) em ficha de registro de candidatura do TSE

    Alvaro Dias (Podemos) em ficha de registro de candidatura do TSE

Alvaro Dias, candidato à Presidência da República pelo Podemos, declarou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ter um patrimônio total no valor de R$ 2,89 milhões ao efetuar o pedido de registro de sua candidatura nesta terça-feira (14).

Com o valor declarado, Dias é, até o momento, o candidato com o segundo maior patrimônio (veja lista abaixo). Ele fica atrás de João Amoêdo (Novo), que registrou ter R$ 425 milhões em bens e investimentos.

Já o vice da chapa de Dias, o ex-presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) Paulo Rabello (PSC) declarou patrimônio de quase R$ 13 milhões.

Nos bens apresentados pelo candidato do Podemos, a maior quantia declarada corresponde a quotas ou quinhões de capital, no valor de R$ 1,4 milhões. O candidato ainda diz ter R$ 560 mil em outras participações societárias.

Quatro depósitos bancários em conta corrente, juntos, valem cerca de R$ 538 mil. Dias também declarou mais de R$ 250 mil em ações, um veículo no valor de R$ 128 mil e uma caderneta de poupança com R$ 0,29.

O valor declarado neste ano por Dias representa queda no seu patrimônio em comparação ao apresentado por ele em 2014, quando foi reeleito senador pelo PSDB. À época, Dias afirmou ter R$ 3,7 milhões (em valores corrigidos pela inflação). O patrimônio do candidato diminuiu cerca de R$ 830 mil.

Em suas declarações de bens deste ano e de 2014, Dias não apontou a posse de imóveis. Em 2006, quando concorreu ao Senado pelo PSDB, ele afirmou ser o dono de dez apartamentos nas cidades de Matinhos (PR), Curitiba e Brasília.

Veja os patrimônios declarados pelos candidatos até o momento:

  1. João Amoêdo (Novo): R$ 425 milhões
  2. Alvaro Dias (Podemos): R$ 2,9 milhões
  3. Jair Bolsonaro (PSL): R$ 2,3 milhões
  4. Ciro Gomes (PDT): R$ 1,6 milhão
  5. Geraldo Alckmin (PSDB): R$ 1,3 milhão
  6. Vera Lúcia (PSTU): R$ 20 mil
  7. Guilherme Boulos (PSOL): R$ 15,4 mil
  8. Cabo Daciolo (Patriota): já apresentou o registro, mas não há relação de bens

Cinco candidatos ainda não pediram o registro no TSE. São eles Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Marina Silva (Rede), Henrique Meirelles (MDB), João Goulart Filho (PPL) e José Maria Eymael (DC). O prazo termina nesta quarta (15).

Pesquisa Ibope divulgada em junho mostrou que, em um cenário sem o ex-presidente Lula, Alvaro Dias tem 3% das intenções de voto para a Presidência. Em um cenário com o petista, o candidato do Podemos aparece com 2% das intenções de voto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos