Haddad: Candidatura de Lula vai pôr fim a pesadelo que é o governo Temer

Daniel Weterman

São Paulo

  • DARIO OLIVEIRA/ESTADÃO CONTEÚDO

    9.mar.2018 - O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) participa de fórum organizado pela Fundação Perseu Abramo e pelo PT

    9.mar.2018 - O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) participa de fórum organizado pela Fundação Perseu Abramo e pelo PT

Em rápido discurso durante evento do PT e da Fundação Perseu Abramo na capital paulista nesta sexta-feira (9), o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) reforçou que a candidatura que o partido trabalha é a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Para o ex-prefeito, apontado como "Plano B" em caso de Lula ser impedido de concorrer à Presidência, a liderança do ex-presidente irá derrotar o governo do presidente Michel Temer (MDB) nas eleições deste ano.

"O processo que ele vai liderar, mais uma vez, com uma transformação social, vai pôr fim a esse verdadeiro pesadelo a que nós estamos submetidos no governo Temer", disse Haddad.

O petista afirmou que a articulação de Lula e a elaboração da segunda "Carta ao Povo Brasileiro" vão permitir uma quinta vitória da legenda e a "resposta definitiva ao golpe impetrado não contra o PT, mas contra o País", referindo-se ao impeachment de Dilma Rousseff.

Haddad coordena a elaboração da carta e o programa de governo de Lula, mas disse que ainda não há data para lançamento do documento. O prazo, segundo ele, depende totalmente do ex-presidente.

Ao citar a discussão, ele se referiu todas as vezes à "candidatura de Lula", evitando admitir que a legenda considera um cenário sem o ex-presidente na disputa.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos