Doria diz que Alckmin vai crescer com campanha eleitoral na TV

Ricardo Leopoldo, correspondente

Nova York

  • Ananda Migliano/O Fotográfico/Estadão Conteúdo

    Os tucanos João Doria e Geraldo Alckmin participam de evento em março

    Os tucanos João Doria e Geraldo Alckmin participam de evento em março

O ex-prefeito de São Paulo e pré-candidato do PSDB ao governo do Estado de São Paulo, João Doria, disse ao Estadão/Broadcast que a popularidade do pré-candidato do seu partido à presidência da República, Geraldo Alckmin, "pode e vai crescer" ao longo dos próximos meses. Na última pesquisa CNT/MDA divulgada na segunda-feira, 14, em uma das simulações Alckmin apresentava 8,1% da preferência do eleitorado.

"A campanha é muito dinâmica e as coligações ainda não foram sequer apresentadas. Elas farão muita diferença neste processo, especialmente para um candidato de centro, como o governador Geraldo Alckmin", destacou Doria. "Essa será uma eleição que ainda será decidida pela campanha eleitoral na televisão. As pesquisas de hoje retratam apenas o momento de hoje, sem a influência da televisão."

Para João Doria, será muito importante para as eleições presidenciais, por conta do tempo de televisão, o candidato que tiver a melhor coligação. "Teremos segundo turno com Geraldo Alckmin. Sobre quem vai disputar com ele, prefiro não fazer prognóstico."

Ele fez os comentários antes da cerimônia de entrega do prêmio Personalidade do Ano para o juiz federal Sergio Moro e para o ex-prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, concedido pela Brazilian American Chamber of Commerce, em 2018.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos