Richa toma posse em Curitiba e desconversa sobre 2010

Marcus Vinicius Gomes
Especial para o UOL Notícias
Em Curitiba (PR)

O prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), tomou posse nesta quinta-feira (1º) em seu segundo mandato à frente da administração municipal e desconversou sobre a possibilidade de vir a disputar a eleição ao governo em 2010.

Richa disse que seria uma temeridade discutir o assunto da sucessão com uma antecedência tão grande e afirmou que o debate sobre a candidatura ao governo deve passar antes pela sociedade paranaense. "Não faremos nada sem consultar a população", afirmou.
  • Franklin de Freitas/Especial para o UOL

    O prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), durante a posse...

  • Franklin de Freitas/Especial para o UOL

    ... ele obteve aprovação recorde à sua administração (80%) e expressiva votação nas eleições, com isso se tornou em "cabo eleitoral de luxo" do PSDB na disputa à Presidência



Questionado sobre pesquisa divulgada pelo jornal "Gazeta do Povo", que mostra que 60% dos curitibanos aprovariam a sua candidatura ao governo do Paraná, o prefeito de Curitiba se disse satisfeito com o levantamento, mas preferiu não apostar nos indicadores. "Fui reeleito para governar Curitiba e pretendo corresponder à altura dos 77% dos eleitores que reforçaram sua confiança em mim", falou.

Richa obteve a reeleição com o apoio de onze partidos, entre eles DEM, PP, PPS e PDT, cujo presidente estadual, o senador Osmar Dias, já lançou sua candidatura ao governo em 2010.

A candidatura de Richa ao governo, no entanto, parece fato consumado. A aprovação recorde à sua administração, com índices de 80%, e a expressiva votação no primeiro turno transformam Richa em um "cabo eleitoral de luxo" do PSDB na disputa à presidência da República.

Durante a campanha deste ano, José Serra e Aécio Neves desembarcam em Curitiba para participar de jantar de arrecadação de fundos do tucano e desfrutaram de sua popularidade.

Há um consenso na cúpula do PSDB de que Richa deve ser o candidato ao governo do Paraná para sedimentar o palanque de que Serra (o provável candidato à presidência do partido) necessitaria na Região Sul do país.

Já o senador Osmar Dias (PDT) teria dificuldade em viabilizar sua candidatura uma vez que o seu partido pertence à base aliada do governo Lula e está à frente do Ministério do Trabalho, com Carlos Lupi.

O líder do PT na Câmara Municipal, vereador Pedro Paulo Costa, admitiu nesta quinta-feira que o partido pode vir a apoiar Dias, desde que ele se afaste da aliança com o PSDB. Caso contrário, o partido pretende lançar candidatura própria. Os mais cotados seriam o ministro Paulo Bernardo (Paulo Bernardo), o diretor-geral da Itaipu, Jorge Samek, e o ex-prefeito de Londrina, Nédson Micheletti.

Compromisso de campanha
A posse de Richa aconteceu no Memorial de Curitiba, no centro da capital, e reuniu cerca de 400 pessoas. Antes, foram empossados os 38 vereadores da Câmara Municipal.

Durante discurso de cerca de 20 minutos, Richa reforçou as prioridades assumidas durante a campanha de iniciar a construção da linha do metrô ainda em 2009 e acabar com as filas no postos de saúde municipais.

Falando sobre a crise mundial, ele disse que a prefeitura decidiu dar o exemplo e vai reduzir em 15% as despesas de custeio da administração. "Em vez de cortar, queremos controlar", assinalou.

A solenidade foi encerrada com a posse dos 32 secretários municipais indicados por Richa. A nomeação mais polêmica é a da primeira-dama, Fernanda Richa, que permaneceu na presidência da FAS (Fundação de Ação Social), apesar da súmula vinculante número 13 do STF (Supremo Tribunal Federal) proibir o nepotismo em todo o país.

Para adequar-se à nova regra, a FAS obteve o status de secretaria especial, atendendo assim a regra que permite ao chefe do Executivo indicar parentes em cargos de ministro e de secretário estadual ou municipal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos