Caso Battisti: Brasil tem de preservar soberania e manter boas relações com a Itália, diz Dilma

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) afirmou nesta quarta-feira (4/2) que o Brasil quer "preservar sua soberania e manter as relações históricas com a Itália". A ministra respondia a uma pergunta sobre o caso do ex-ativista italiano Cesare Battisti, a quem o governo brasileiro consedeu refúgio político.

"Achamos que as relações históricas e a própria constituição da nacionalidade brasileira com a Itália não podem ser afetadas por assuntos que ocorrem na esfera da soberania. Essa é uma questão exclusiva da nossa esfera de soberania", disse a ministra da Casa Civil.

Dilma Rousseff acrescentou que o governo "dá por encerrada essa questão e considera que agora ela será tratada no Judiciário".

O governo italiano defende a extradição do italiano, que foi condenado à prisão perpétua pela Justiça italiana, por quatro assassinatos, comedidos na época que Battisti militava na organização Proletário Armados pelo Comunismo.

A questão deve ser julgada pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos