Líder do PT na Câmara critica oposição por pedir punição de Dilma ao TSE

Ivan Richard
Da Agência Brasil
Em Brasília (DF)

O líder do PT na Câmara, deputado Maurício Rands (PE), afirmou hoje (18) que a iniciativa do DEM e do PSDB de ingressar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com uma representação contra a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, demonstra a fraqueza da oposição do país.

"Em vez de discutir projetos e propostas para solucionar os problemas da população, a oposição insiste na judicialização da política, pretendendo que o Judiciário substitua os formuladores das políticas públicas", disse Rands.

Hoje, os partidos de oposição protocolaram no TSE uma representação contra Dilma Rousseff, alegando que ela fez propaganda eleitoral antecipada durante o encontro de prefeitos, realizado nos últimos dias 10 e 11, em Brasília.

Para o líder petista, o encontro com os gestores municipais faz parte de uma "agenda positiva" de incentivo ao diálogo entre os governos federal e municipais.

"Reagir contra um encontro de ministros com novos prefeitos eleitos para discutir os programas de parceria entre os governos federal e municipais é ficar contra um modelo de gestão que, efetivamente, a oposição, quando foi governo, nunca praticou", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos