Funcionários do Senado fazem manifestação em defesa de Agaciel Maia

Priscilla Mazenotti
Da Agência Brasil
Em Brasília (DF)

Cerca de 400 funcionários do Senado fizeram hoje (4) uma manifestação em defesa do ex-diretor-geral da Casa, Agaciel da Silva Maia, que deixou o cargo ontem (3) depois de denúncias de que teria omitido da Receita Federal um imóvel no valor de R$ 5 milhões.

A chapelaria do Congresso Nacional ficou lotada de servidores e terceirizados que, mesmo com as denúncias, deram apoio a Agaciel. Na manifestação, o ex-diretor precisou ser escoltado por seguranças.

De acordo com reportagens publicadas pela imprensa, Agaciel teria colocado a casa em nome do irmão, deputado João Maia (PR-RN), por estar com os bens bloqueados judicialmente na época em que adquiriu o imóvel.

Ele estava no cargo de diretor-geral há 14 anos e continua servidor do Senado. O diretor-geral adjunto, Alexandre Gazineo, passa a assumir as funções que eram de Agaciel.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos