Comissão do Senado aprova convocação de Tarso para dar explicações sobre caso Battisti

Priscilla Mazenotti
Da Agência Brasil
Em Brasília

Mais sobre o caso Battisti

  • AP

    Preso no Brasil desde 2007, Battisti recebeu o status de refugiado político por decisão do ministro da Justiça, Tarso Genro

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional aprovou requerimento convocando o ministro da Justiça, Tarso Genro, para dar explicações sobre o caso do italiano Cesare Battisti. O ministério concedeu refúgio político ao ex-ativista, condenado a prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos na década de 70.

"Não vamos entrar no mérito do caso. Queremos, apenas, que o ministro explique sua posição", disse o relator do requerimento, senador Heráclito Fortes (DEM-PI).

Battisti foi preso preventivamente no Brasil em abril de 2007 e está na Penitenciária da Papuda, em Brasília, à espera da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o processo de extradição. Parlamentares italianos chegaram a visitar o Congresso e o STF pedindo uma decisão favorável à extradição. Em carta entregue ao Supremo, o próprio Battisti negou a autoria dos assassinatos e afirmou que está sendo feito de bode expiatório no caso.

A data para o depoimento de Tarso Genro ainda será marcada e, na semana que vem, os senadores devem se reunir para discutir o assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos