FHC diz que país está mais preparado contra a crise graças ao seu governo

Do UOL Notícias
Em São Paulo

No mesmo dia em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva declarou, em entrevista a uma rádio de Pernambuco, que vai deixar o Brasil "muito mais preparado" do que o país que recebeu (no início do seu governo, em 2003, ano em que assumiu no lugar de FHC), Fernando Henrique Cardoso, seu antecessor, afirmou que o país está mais preparado graças ao que foi feito em seu governo.

"Eu acho que o governo Lula poderia ser mais prudente, mas eu não gosto de ser engenheiro de obra pronta. Eu já estive lá e sei como é, mas que nós temos problemas fiscais, temos." Sobre a crise econômica e o otimismo do presidente Lula, FHC declarou: "O Brasil está muito mais preparado agora para enfrentar crises do que antes, isso graças ao que fizemos. Eu não sou otimista como ele, mas o presidente da República tem que ser por natureza otimista. É possível que o pior tenha passado lá fora, mas aqui eu não sei."

A declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi dada durante entrevista ao programa "Roda Viva, transmitido pelo site da TV Cultura nesta segunda.

FHC fez um diagnóstico sobre a crise financeira mundial: "O Banco Central americano passou a dar dinheiro a outros bancos centrais, então, nós estamos nas mãos deles". Quando questionado sobre uma solução, o ex-presidente FHC sugeriu: "É necessário um novo pacto mundial - inclusive com os países emergentes."

  • Divulgação TV Cultura

    Ex-presidente FHC participa de entrevista no programa "Roda Viva"

Ainda sobre a crise e os EUA, Fernando Henrique Cardoso disse que a eleição do presidente Barack Obama nos Estados Unidos "abriu um espaço de renovação nos EUA, inclusive com relação a Cuba, mas a questão central não é essa". "Primeiro, eles têm que resolver a crise financeira, mas nós temos que pensar grande, não adianta pensar mesquinho, nós ainda estamos na fase de apagar incêndios."

Plano Real

FHC disse que o Plano Real não existiria se não fosse o ex-presidente Itamar Franco, de quem ele foi ministro antes de ser eleito presidente, em 1994. FHC foi o entrevistado do programa marcando a comemoração dos 15 anos da implementação do Plano Real, ao qual é atribuído o controle da inflação e o início de um processo de estabilidade econômica do país.

"Sabe como chamava o plano real no começo? Plano FHC! Mas não existiria o real se não fosse o Itamar Franco", disse. Fernando Henrique Cardoso comentou também a participação do atual governador de São Paulo, José Serra, na elaboração do plano. "O Serra ajudou a fazer o plano de ação imediata, ele estava completamente inserido no contexto do real", disse.

Mercosul é uma ilha

Sobre o Mercosul, FHC comparou o bloco a uma ilha. "Nós estamos ficando ilhados no Mercosul. Nos últimos tempos, nós só fizemos um acordo, com o México, isso ainda no meu governo."

Nas relações internacionais do Brasil, Fernando Henrique disse que acredita em um futuro bom com os Estados Unidos. "Talvez agora que os americanos vão ficar com a crista mais baixa pode haver conversa, mas não agora na hora da crise porque ocorre o protecionismo. Todo mundo se protege na hora da crise, inclusive os Estados Unidos."

O ex-presidente defendeu a presença da Venezuela no Mercosul. "Acho que a Venezuela é importante para nós. Quem começou essa aproximação com a Venezuela foi o Itamar e agora cabe discutir a entrada da Venezuela no Mercosul. O que não pode é transformar o Mercosul em palanque político", afirmou.

Reforma tributária
A respeito de uma possível reforma tributária, ele declarou: "Reforma tributária não é técnica. Olha, vamos racionalizar tudo. É impossível, o governo não quer diminuir, o contribuinte quer pagar menos. É mais fácil mudar o sistema eleitoral que o tributário", finalizou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos