Crise foi causada por "gente branca, com olhos azuis", diz Lula, ao reafirmar que "pobres não podem pagar" por ela

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a afirmar que os pobres "não podem pagar pela crise". No discurso feito após encontro com o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, nesta quinta-feira (26) em Brasília, Lula disse que a crise foi causada por "brancos de olhos azuis", mas quem sofre são "negros e índios".

Lula disse que a crise foi causada por "brancos de olhos azuis". Você concorda com o presidente?

(A crise) não foi causada por nenhum negro, nenhum índio e por nenhum pobre.
Uma crise causada, fomentada, por comportamentos irracionais de gente branca, de olhos azuis, que antes da crise pareciam que sabiam tudo e que agora demonstram não saber nada

"Resolver o problema da crise é resolver o problema da imigração. Porque nós também não temos o direito de permitir que sejam os pobres, que viajam o mundo a procura de uma oportunidade, de um emprego, de um salário, de uma renda, que sejam os primeiros a pagar a conta de uma crise feita pelos pelos ricos. Que não foi causada por nenhum negro, nenhum índio e por nenhum pobre. Uma crise causada, fomentada, por comportamentos irracionais de gente branca, de olhos azuis, que antes da crise pareciam que sabiam tudo e que agora demonstram não saber nada", afirmou Lula.

A declaração foi questionada por jornalistas ingleses. Ao responder, o presidente abordou a questão do preconceito contra imigrantes nos países ricos. "Não existe nenhum viés ideológico, existe a constatação de um fato", disse. "Como eu não conheço nenhum banqueiro negro e nenhum banqueiro índio, só posso dizer que não posso permitir que essa parte da humanidade pague por isso", acrescentou.

"Eu acompanho pela imprensa e vejo, isso sim, o preconceito que se estabelece contra os imigrantes nos países mais desenvolvidos. Aqui no Brasil, ao contrário, nós tomamos a decisão de regulamentar a permanência de milhares de bolivianos, porque não podemos jogar nas costas das pessoas de outros países que vêm aqui ajudar o nosso país, a responsabilidade por uma crise que foi causada por poucos", declarou Lula.

Para ilustrar seu argumento, o presidente usou a cerimônia de posse do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. "Nunca uma posse de um presidente norte-americano tinha a quantidade de população negra que teve a posse do Obama e a quantidade de pessoas pobres que estavam lá. Essas pessoas não fizeram nada para acontecer essa crise e vão ser as primeiras vítimas dessa crise", disse.

'Gente branca, com olhos azuis' gerou crise, diz Lula


Lula ressaltou que as políticas dos governos devem ser voltadas para os pobres, em qualquer país do mundo. "Outra parte da sociedade pode suportar uma crise durante meses, ou até anos, mas os mais pobres não conseguem suportar nem um mês."

Suíça: paraíso fiscal

O presidente Lula disse que os países têm de recuperar a credibilidade e, para isso, também será preciso "regular o sistema financeiro e mexer nos paraísos fiscais".

"Não pensem que vai ser uma luta fácil. Até porque quem tem dinheiro nos paraísos fiscais não são os pobres que eu estou falando. São outros. Nós vamos ter um duro enfrentamento no G20 para mexermos nos paraísos fiscais. Se fosse apenas as Ilhas Cayman, não teria problema, mas tem países importantes como a Suíça, que nunca foi chamada de paraíso fiscal, mas todos sabem que tem importância."

O G20, grupo dos principais países ricos e emergentes terá uma reunião no próximo dia 2, em Londres. "Estou otimista para esta reunião", finalizou Lula.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos