Governo reajusta limite de renda de inclusão no Bolsa Família

Do UOL Notícias
Em São Paulo

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, assinou ontem (16) decreto que reajusta o limite máximo de renda das famílias que podem receber Bolsa Família.

A partir de agora, serão atendidas famílias com renda familiar mensal per capita de até R$ 137 (situação de pobreza) e de até R$ 69 (situação de extrema pobreza). Anteriormente, os limites eram de R$ 120 e R$ 60, respectivamente.

O decreto com o reajuste (6.824/09) foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (17).

Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), 11,1 milhões de famílias são atendidas pelo Bolsa Família, que investe cerca de R$ 950 milhões por mês no programa. O pagamento do benefício está vinculado ao cumprimento de condicionalidades, tais como freqüência escolar, vacinação e exame pré-natal.

Os valores recebidos pelos beneficiários são usados principalmente na compra de alimentos, material escolar e uniforme para as crianças, de acordo com o Ministério. A transferência de renda é aliada a ações de qualificação profissional, alfabetização e microcrédito, entre outras.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos