Temer cria comissão de reforma administrativa com poderes limitados na Câmara

Piero Locatelli
Do UOL Notícias
Em Brasília

O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), assinou nesta quarta-feira (29) uma portaria que cria uma 'Comissão de Trabalho' para cuidar dos problemas administrativos da Casa.

Formada por seis deputados e quatro diretores, ela se destina "à modernização e ao aperfeiçoamento das prerrogativas administrativas referentes ao exercício do mandato parlamentar".

A criação da comissão é uma resposta ao grande número de denúncias envolvendo o mau uso da verba indenizatória na Casa. Cada deputado tem direito a R$ 15 mil mensais para usar em atividades ligadas ao seu mandato. A comissão deve discutir se essa verba deve ser extinta e incorporada ao salário do parlamentar.

Líderes partidários presentes em reunião na última terça-feira (28) na casa de Michel Temer não quiseram se manifestar sobre o possível aumento no salário dos deputados.

A discussão sobre o mau uso da verba indenizatória veio à tona após denúncias contra o deputado Edmar Moreira (sem partido-MG). Ele é acusado de usar parte da sua cota para pagar serviços da empresas de segurança da sua família.

O resultado do trabalho da comissão não terá validade imediata ou poder decisório. A comissão poderá somente sugerir, à Mesa Diretora ou outra instância da Casa, a implantação de mudanças. Ela terá prazo de 30 dias para apresentar um relatório sobre as mudanças desejadas.

Farão parte da comissão os deputados Rafael Guerra (PSDB-MG), Inocêncio Oliveira (PR-PE), Marco Maia (PT-RS), Odair Cunha (PT-MG), ACM Neto (DEM-BA) e Nelson Marquezelli (PT-BA).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos