Lobão diz que meta inicial do programa Luz para Todos já foi cumprida

Sabrina Craide
Da Agência Brasil
Em Brasília

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse hoje (7) que a meta inicial do governo para o programa Luz para Todos, de fornecer energia elétrica para 10 milhões de pessoas, já foi cumprida. Segundo ele, a previsão era que o programa se encerrasse no ano passado, mas as ações foram prorrogadas até 2010 porque novas demandas foram surgindo ao longo do tempo.

Ao participar do programa Bom Dia, Ministro, no estúdio da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Lobão explicou que, quando o governo lançou o programa, em 2003, o déficit de atendimento de energia elétrica no país era de 10 milhões de pessoas, ou 2 milhões de famílias, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

"Neste mês estamos completando as ligações para atender 10 milhões de pessoas, mas depois que o programa iniciou surgiram novas demandas, que estão sendo atendidas agora. A determinação do presidente Lula é que no final do seu governo não haja mais nenhum brasileiro sem energia elétrica em sua residência", disse.

Lobão também comentou que o governo brasileiro está trabalhando para promover uma integração energética em toda a América do Sul. O ministro lembrou que serão construídas no Peru cinco usinas hidrelétricas, com apoio do Brasil, que vão fornecer energia a diversos países da região. Segundo ele, as obras devem demorar cerca de cinco anos, mas devem começar até o ano que vem.

O ministro ressaltou a disposição do governo em ajudar os estados do Norte e do Nordeste atingidos pelas enchentes. Segundo ele, o papel do Ministério de Minas e Energia é não deixar faltar energia elétrica para essas localidades, embora muitas vezes seja preciso desligá-la para evitar acidentes.

"Em alguns lugares tivemos que desligar a energia para que não houvesse acidentes, mas estamos religando na medida em que as águas vão baixando. Em 180 localidades do Maranhão temos problemas com torres de transmissão de energia, postes que tombaram e outros que foram desligados, mas tudo isso está sendo recomposto, afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos