Cristovam Buarque diz que Senado demora para tomar providências

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) afirmou nesta sexta-feira (19) que o Senado "está demorando muito" para tomar providências que acabem com a onda de denúncias. "Está demorando muito e a cada dia que passa diminui a credibilidade e, portanto, a força do Poder Legislativo. Estamos demorando demais a dar a resposta que o povo brasileiro tem direito de receber."

Cristovam foi um dos signatários da lista com oito propostas para reestruturação da Casa, apresentada por um grupo de senadores no plenário na quinta (19). Ele voltou a defender a indicação de um novo diretor-geral para o lugar de Alexandre Gazineo. O nome teria de ser referendado pelos senadores, de acordo com a proposta apresentada nesta quinta.

"Muitos de nós nem sabem o nome do diretor do Senado. Todos sabíamos o nome do Agaciel (Maia, afastado) porque ele estava aqui havia tantos anos que era impossível não saber. Mas nós, senadores, não damos a devida importância à administração da Casa, essa é a verdade", disse. "Uma das coisas positivas da crise é que cada senador vai se sentir um pouquinho mais responsável pela gestão do Senado."

Ao ser questionado especificamente sobre as medidas anunciadas pelo presidente José Sarney (PMDB-AP) nesta sexta, Cristovam afirmou não saber o teor das decisões tomadas pelo peemedebista. Depois de ser informado pelos jornalistas sobre a criação de uma comissão para apurar a responsabilidade pelos atos secretos, Cristovam elogiou a participação de integrantes do Ministério Público e do Tribunal de Contas da União nas investigações. Para ele, uma comissão apenas com membros do Senado "não teria credibilidade" para realizar o trabalho.

"Mesmo sendo capaz de investigar, não teria a credibilidade necessária. Nós todos, os 81 senadores, estamos sob suspeição. A única maneira de passar para a opinião pública uma posição de credibilidade é usar instâncias externas. Além disso, não sabemos fazer investigação, vamos trazer quem sabe: Ministério Público, Polícia Federal, Tribunal de Contas."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos