Lula afirma que "custa barato cuidar dos pobres"

Do UOL Notícias
Em São Paulo

EM ITAJAÍ (SC)

Lula afirmou nesta sexta-feira (26) que o impulso no consumo dos mais pobres serve de motor para a recuperação da economia em meio à crise mundial.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que "custa barato cuidar dos pobres" em entrevista ao grupo de comunicação RBS ontem (25). Lula também afirmou que desonerou entre R$ 100 bilhões e R$ 105 bilhões de impostos, e que poderia ter um Bolsa Família maior se não tivesse desonerado esta quantia. Segundo o presidente, o programa custa ao governo R$ 10 bilhões.

Lula disse ainda que investir em programas de transferência de renda é mais eficiente do que diminuir a carga tributária brasileira porque uma melhora no padrão de vida da população ajudaria as empresas. "A gente quer baixar o preço porque o povo não pode comprar. Aumenta o poder de compra que o povo pode comprar. Essa é a lógica", explicou.

O presidente também comparou a carga tributária brasileira à de países como a Suécia, a Noruega e a Holanda, que seriam modelos para o Brasil. "Os países que têm uma carga tributária muito alta têm o chamado estado de bem-estar social. São os Estados que nós invejamos: Suíça, Suécia, Finlândia, Noruega, Holanda, Alemanha, Dinamarca, França, vai por aí".

Perguntado por jornalistas se o Bolsa Família não teria uma preocupação assistencialista demais e seria insuficiente para resgatar a cidadania da população pobre, Lula respondeu que "essa visão elitista brasileira é responsável por mais de um século de empobrecimento generalizado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos