Lula e Sarney conversam por telefone e adiam reunião para esta sexta

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

Sarney enquadra PT, que recua sobre saída; bancada aguarda posição de Lula

  • O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Gilmar Mendes, afirmou nesta quinta (2) que "políticos brasileiros sabem superar crises"

  • Sarney não quer afastamento, diz Mercadante; após reunião ontem na casa do presidente do Senado, a bancada petista decidiu trabalhar com a hipótese de permanência no cargo


A assessoria de imprensa do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), informou que o peemedebista já conversou com o presidente Lula por telefone, nesta quinta (2). A reunião entre Lula e Sarney, que inicialmente ocorreria hoje à noite, deverá ficar para amanhã. Não foram divulgados detalhes sobre a conversa por telefone.

O encontro entre Lula e Sarney deverá ser adiado para ocorrer após a reunião do presidente da República com a bancada petista, mantida para a noite desta quinta.

Os senadores querem debater com Lula uma questão delicada: planejam insistir na tese de que uma licença temporária de Sarney da presidência seria o melhor para a apuração das denúncias que pesam sobre o Senado.

O peemedebista, no entanto, "não tem mostrado disposição" em aceitar a sugestão da bancada. Outros quatro partidos (PSDB, PDT, PSOL e o aliado DEM) defendem oficialmente o afastamento de Sarney.

Na noite desta quarta (1º), após reunião na casa do senador Sarney, o discurso do líder do PT no Senado, Aloizio Mercadante (SP), foi o de trabalhar com a permanência do peemedebista no cargo.

Em nova reunião da bancada, na manhã desta quinta, a maioria dos senadores argumentaram que ainda vale insistir em uma licença temporária.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos