Diário Oficial publica decreto que reintroduz pagamento de diárias para ministros

Christina Machado
Da Agência Brasil
Em Brasília

O Diário Oficial da União desta quarta-feira (22) publicou o decreto que estabelece critérios para o pagamento de diárias de viagens de ministros no território nacional. O decreto também reajusta as diárias pagas aos servidores da administração pública federal e militares.

Diárias de ministros variam de R$ 458 a R$ 581

Apesar de o governo ter reintroduzido o pagamento de diárias como forma de facilitar o controle dos gastos, o ministro dos Esportes, Orlando Silva, considera que o cartão corporativo ainda é a forma mais fácil de fazer o acompanhamento das despesas. "É em tempo real", disse. As diárias de ministros variam de R$ 458 a R$ 581.


A partir de agora, as despesas de viagens dos ministros não serão mais pagas com cartão corporativo ou com suprimento de fundos. As diárias poderão ser usadas para o pagamento de refeições, hotel e táxi e serão concedidas por dia de afastamento do serviço.

A adoção de diárias foi uma das recomendações da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPI) dos Cartões Corporativos, concluída há mais de um ano pelo Congresso. O sistema de diárias era usado pelos ministros apenas em viagens internacionais.

Em vigor a partir de hoje, o decreto reajusta ainda as diárias dos servidores federais e militares. O valor do reajuste varia de acordo com a categoria funcional e leva em conta o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desde 2003.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos