Comissão que apurou suspeitas de venda de passagens aéreas indica envolvimento de parlamentares

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

O presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer (PMDB-SP), divulgou nota nesta quinta-feira (23) sobre os trabalhos da comissão de sindicância criada para apurar as suspeitas de comercialização da cota de passagens aéreas. A nota apenas indica as recomendações do relatório da comissão, que deverá ser mantido em sigilo.

Entre as sugestões está a remessa dos autos à Corregedoria da Câmara, o que indica o envolvimento de parlamentares nas denúncias que foram investigadas pela comissão. Contudo, como os nomes dos deputados podem ter surgido a partir da oitiva de servidores, sem que o parlamentar tenha sido ouvido, não há previsão de que sejam divulgados.

A comissão foi criada por determinação de Temer, depois que o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, notificou a Câmara que havia comprado um bilhete em uma agência de viagens e depois soube que a origem da passagem era a cota de um deputado.

A comissão levantou dados sobre a possível comercialização ao longo de 90 dias. Além do encaminhamento à corregedoria, o relatório sugere ainda abertura de 47 processos administrativos contra servidores e encaminhamento dos autos ao Ministério Público Federal.

Havia uma expectativa inicial a respeito de uma entrevista coletiva do presidente da Câmara para divulgar o relatório, mas a entrevista acabou sendo cancelada e a manifestação de Temer foi substituída pela curta nota.

Diante das inúmeras denúncias de uso indevido da verba de passagens pelos deputados, a Câmara decidiu vetar viagens de parentes e determinar que assessores só podem viajar com autorização da Mesa Diretora. As viagens internacionais também ficaram restritas a eventos ligados ao exercício do mandato. Os casos denunciados de irregularidades ocorridas antes das novas determinações foram anistiados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos