Lula cancela evento, e Serra aproveita para alfinetar política econômica do governo federal

Maurício Savarese
Do UOL Notícias
Em São Paulo

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), criticou nesta quinta-feira (23) a política econômica do governo federal em evento com ministros ao qual o presidente Luiz Inácio Lula da Silva faltou na tarde desta quinta-feira (23) por causa do mau tempo.

Lula cancela agenda em SP devido ao mau tempo

À noite, antes de partir para Assunção, no Paraguai, Lula participará em São Paulo da cerimônia de assinatura de mensagem que encaminha ao Congresso Nacional projeto de lei que institui o Vale-Cultura



"Eu tenho divergências com a política econômica do governo. Em especial, a política cambial porque ela afeta a produção", disse Serra em discurso a funcionários da Alstom, em cerimônia de assinatura de contrato do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) com o governo do Distrito Federal e a empresa, para a construção de vagões do metrô de Brasília.

Antes da crítica, Serra, que saiu sem falar com os jornalistas, afirmou: "A ausência de Lula é involuntária, e nós lamentamos".

Em tom de campanha -Serra é um dos nomes do PSDB para as eleições presidenciais de 2010- o tucano cumprimentou funcionários, tirou fotos e fez comentários sobre a derrota do Palmeiras por 2 a 1 diante do Goiás pelo Campeonato Brasileiro na quarta (22). "Fomos roubados", disse ele, enquanto abraçava os trabalhadores.

Estiveram presentes os ministros Marcio Fortes (Cidades), Miguel Jorge (Desenvolvimento), o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), e o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos