Reajuste do Bolsa Família é justiça com os mais carentes, diz Lula

Da Agência Brasil

Ao comentar o reajuste de 10% dos beneficiários do programa Bolsa Família, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje (3) que a medida representa "justiça" com a população carente brasileira. "Foi uma atitude correta", disse.

"Todas as categorias profissionais tiveram reajuste este ano em todo o Brasil e é justo que a gente dê um reajuste razoável para os que recebem o Bolsa Família, porque isso vai ajudar no aumento de poder de compra deles", afirmou em seu programa semanal Café com o Presidente. "Quanto mais o povo puder comprar, mais certeza nós temos de que a economia brasileira vai continuar crescendo".

Lula também comentou a qualificação profissional dos beneficiários do programa. Na semana passada, ele participou da cerimônia de formatura de 457 pessoas, beneficiadas por um convênio entre o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e o setor de construção civil. Duas mulheres, segundo o presidente, tiveram a carteira de trabalho assinada.

"Essa é a melhor forma para a gente ir tirando as pessoas do Bolsa Família. Você vai formando profissionalmente as pessoas, a economia vai crescendo, mais gente vai precisar de empregados e empregadas", disse, ao cobrar que mais empresários colaborem com a qualificação profissional de beneficiários.

Formação de jovens
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou também que a formação de jovens é "obrigação" do governo. Para ele, investir em educação é uma medida que "dá retorno rápido". Ele reiterou a meta de inaugurar 214 escolas técnicas até o final de seu mandato.

"Estamos garantindo que a nossa juventude tenha uma profissão e que ela seja altamente qualificada, porque é isso que vai fazer com que o Brasil seja mais competitivo", disse. "A chave do sucesso desse programa foi a gente dizer que no governo ninguém falava mais em gasto quando falava de educação", acrescentou.

Nesta semana, o presidente participa da inauguração de três escolas técnicas no Maranhão e de duas no Piauí. A meta do governo é entregar 100 unidades até o final do ano. Segundo dados do Ministério da Educação, de 1990 até pouco antes do início do primeiro mandato de Lula, foram criadas 140 escolas técnicas em todo o país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos