No RS, eleitores vão às urnas para eleger prioridades de investimento para 2010

Flávio Ilha
Especial para o UOL Notícias
Em Porto Algre (RS)

Os eleitores gaúchos vão às urnas nesta quarta-feira (05) para escolher as prioridades de investimento do governo para 2010.

Cada votante pode escolher quatro obras de um total de 14, decididas em audiências públicas organizadas pelos 28 Conselhos de Desenvolvimento do Estado (Coredes). Cada um dos Conselhos tem uma lista de prioridades.

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) disponibilizou 10 mil urnas manuais para a eleição.

O governo investirá R$ 115 milhões no atendimento às demandas, que foram selecionadas pelas comunidades e definidas como prioridades. Do total dos recursos, R$ 15 milhões serão distribuídos conforme o coeficiente de participação das comunidades no processo eleitoral - quanto maior o número de eleitores, maior o valor a que a região terá direito.

A governadora Yeda Crusius destacou que uma das novidades do processo inclui voto pela internet, que poderá ser feito das 8h às 0h. Para isso, os eleitores terão de digitar os números do documento de identidade e do título de eleitor.

"Dobramos o valor do investimento direto na consulta, além de pagarmos metade do passivo de R$ 376 milhões atrasados de outros anos", disse. Em 2008, foram destinados R$ 50 milhões para a consulta popular.

O processo de escolha das prioridades ocorre em meio a uma crise de governo. Além das denúncias de corrupção envolvendo integrantes do primeiro escalão da equipe de Yeda, o semestre legislativo iniciou sem que haja projeto algum de autoria do governo para ser votado. "Estamos aguardando propostas. Enquanto isso, seguimos nossa agenda de debates", disse o presidente da Assembleia Legislativa, Ivar Pavan (PT).

Urnas fixas e volantes estarão disponíveis em locais públicos como escolas, delegacias de polícia, quarteis da Brigada Militar (BM), prefeituras, repartições estaduais, postos de saúde, universidades e estações rodoviárias para receber os votos, que serão marcados em cédulas de papel. A votação se estende das 9h às 21h.

A expectativa do governo é de um comparecimento recorde de eleitores, especialmente em função do voto pela internet. Em 2008, no quinto ano do processo de consulta popular, 468 mil eleitores compareceram. Neste ano, o governo espera somar 1 milhão de votos. "Isso representa a enorme confiança do eleitor no processo", destacou Yeda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos