Presidente do Conselho de Ética nega acordo para livrar senadores de acusações

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

O presidente do Conselho de Ética do Senado, Paulo Duque (PMDB-RJ), negou nesta quarta-feira (12) que haja um acordo para livrar tanto o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), como o líder tucano, Arthur Virgilio (AM), das acusações no colegiado.

O prazo para Duque apresentar sua decisão sobre a representação do PMDB contra Virgilio termina nesta quarta. A representação contra Virgilio tem como base o pagamento de um servidor comissionado do gabinete do tucano que morava no exterior. O PMDB também menciona um empréstimo do ex-diretor-geral do Senado Agaciel Maia ao senador e a utilização de recursos do plano de saúde parlamentar acima do limite. O tucano afirmou que devolverá o dinheiro utilizado para o pagamento do funcionário.

Duque já arquivou todos os pedidos de investigação contra Sarney, mas a oposição recorreu.

"Não tem acordo nenhum que eu participe. Não tem acordo nenhum", disse Duque, confirmando que entregará o despacho sobre a representação contra Virgilio ainda nesta quarta, mas sem adiantar qual foi sua decisão.

Na última sexta, o presidente do Conselho de Ética protocolou na secretaria da Mesa Diretora do Senado sete despachos sobre acusações contra Sarney, por meio de um assessor. Poderá fazer o mesmo nesta quarta. Mas deverá acompanhar a sessão do plenário à tarde.

O Conselho de Ética do Senado tem isenção para julgar denúncias contra os senadores?

A reunião do conselho, que estava prevista também para esta quarta, foi adiada por Duque, que deverá remarcá-la para a próxima semana. Na reunião, ele deverá avaliar os recursos apresentados pela oposição contra o arquivamento das acusações.

A oposição, que tem cinco votos no colegiado, trabalha para tentar conseguir três votos de petistas para forçar a abertura de processo por quebra de decoro parlamentar contra Sarney. O líder do PT, Aloizio Mercadante (SP), já sinalizou que ao menos um dos diversos pedidos de investigação deve contar com o apoio dos integrantes do partido.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos