Visitas ao Senado estão suspensas todos os dias, segundo Direção Geral

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

Ao contrário do que o primeiro-secretário do Senado, Heráclito Fortes (DEM-PI), informou à imprensa e afirmou em plenário nesta quinta-feira (13), as visitas a Casa estão suspensas todos os dias e não apenas nos dias úteis.

Estudantes pedem saída de Sarney


O comunicado da Direção Geral do Senado sobre o assunto, distribuído no início desta semana, afirma somente que o "Tour do Senado" estaria suspenso temporariamente devido à gripe suína. Nenhuma ressalva aos finais de semana.

Ao discursar em plenário, nesta quinta, Heráclito disse que havia tomado a iniciativa de "suspender as visitas durante a semana". Aos jornalistas, afirmara que "as visitas não estão suspensas, mas vão ficar restritas a sextas, sábados e domingos, porque não funciona e é o tempo de se fazer a profilaxia nas áreas".

Contudo, as áreas que cuidam da visitação seguirão o que ficou estabelecido por meio do comunicado assinado pelo diretor-geral Haroldo Tajra: a suspensão temporária do serviço. Ou seja, os turistas não poderão conhecer o Senado enquanto durar a suspensão. O comunicado destaca as principais medidas de prevenção à doença, como lavar as mãos frequentemente.

A Câmara dos Deputados adotou medidas de prevenção à gripe, como dispensar as funcionárias gestantes e distribuir álcool gel, antes de o Senado anunciar que faria o mesmo. As visitas, no entanto, foram mantidas.

O tour, que incluía as duas Casas legislativas, agora está sendo feito apenas nas dependências da Câmara. O setor responsável afirma que a ideia é manter a Câmara "o mais aberta possível" aos visitantes.

Motivação política?
Senadores de oposição têm dito que o fechamento do Senado tem outra motivação, que não a gripe suína: impedir manifestações contra o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP).

Cristovam Buarque (PDT-DF), que é a favor das manifestações, foi um dos críticos à medida. "Não estão podendo entrar aqui nem turistas, em nome da gripe suína, quando na Câmara entram todos. E por que (os estudantes) não podem se manifestar? Aqui os índios se manifestam, os trabalhadores se manifestam, os lobistas se manifestam, por que os estudantes não podem se manifestar? Tem que permitir", disse, referindo-se a protesto realizado nesta quinta, que terminou com os manifestantes sendo levados para serem identificados pela Polícia Legislativa.

Heráclito negou que a motivação seja política. No mesmo discurso em que deu a informação incorreta sobre a abertura para visitas aos finais de semana, ele negou as acusações da oposição. "A primeira versão que sai é que isso é para que se evite manifestações contra o senador 'a' ou o senador 'b'. Paciência! Não tem absolutamente nada a ver. Foi uma medida protetora, pois estamos vivendo um momento de crise", disse, referindo-se à nova gripe, não à crise moral da Casa.

O Senado tem regras específicas sobre visitações. Em 2005, a Mesa Diretora editou ato normativo que prevê, entre outras coisas, que "cidadãos que perturbarem a ordem nas dependências do Senado Federal serão compelidos a sair imediatamente, sem prejuízo das sanções legais".

A Câmara informou que não há regras específicas sobre manifestações, de acordo com o setor responsável por receber os visitantes. Cada caso é analisado individualmente. Medidas especiais de restrição de circulação são tomadas quando a Casa recebe chefes de Estado ou outras visitas oficiais.

No Senado, desde o advento da crise e antes da restrição a visitas pelo alegado problema com a gripe suína, foram distribuídos cordões de isolamento em locais por onde passa o presidente Sarney. Eles servem, sobretudo, para manter a imprensa afastada do senador, que não costuma dar declarações aos jornalistas e tem limitado suas defesas a discursos em plenário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos