CPI da Petrobras arquiva pedido de novo depoimento de Lina Vieira no Senado

Piero Locatelli
Do UOL Notícias
Em Brasília

A CPI da Petrobras, em reunião nesta terça-feira (18), arquivou pedido para que a ex-secretária da Receita Federal Lina Vieira deponha na comissão. O único voto contrário foi do senador Antonio Carlos Magalhães Júnior (DEM-BA). O requerimento foi feito por Alvaro Dias (PSDB-PR).

Os senadores da oposição esperavam que ela falasse sobre a operação fiscal da Petrobras. Realizada em 2008, a mudança no regime fiscal da empresa teria rendido à estatal mais de R$ 4 bilhões, segundo o requerimento de Dias. Lina, secretária da Receita na época, mostrou-se contrária à manobra. Ela foi demitida do cargo em 14 de julho último.

O sucessor de Lina no cargo, Otacílio Dantas Cartaxo, compareceu à CPI há uma semana e afirmou que não havia irregularidades na operação da Petrobras.

Lina depôs nesta terça-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado sobre a suposta reunião com a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil).

A ex-secretária manteve sua versão de que o encontro ocorreu e a ministra teria pedido para "acelerar" a fiscalização em empresas da família do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Dilma nega que o encontro tenha ocorrido.

Na CCJ, Lina não quis falar sobre a Petrobras e afirmou que falaria do assunto se fosse convidada à CPI que investiga a estatal.

66 pedidos foram rejeitados e apenas dois aceitos
A vinda de Lina à CPI foi rejeitada junto a outros 65 requerimentos. A maioria pedia documentos de diversas fontes sobre a Petrobras, entre elas a própria empresa, a Fundação Sarney e o Ministério Público.

Somente dois requerimentos, que pediam novos depoimentos, foram aprovados. Devem ser convidados a depor dois técnicos: o gerente-geral de implementação de empreendimentos para refinaria de Abreu e Lima, Glauco Colleti, e o gerente de engenharia de custos e prazos da Petrobras, Sérgio Santos Arantes. Não há data marcada para as oitivas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos