Em reunião, governo federal anuncia que atenderá parte das reivindicações do MST

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Em reunião com representantes do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) realizada nesta terça-feira (18), o governo federal anunciou que irá atender parcialmente as reivindicações dos sem-terra, segundo a assessoria de imprensa do movimento.

Entrevista exclusiva ao UOL

Principal liderança do MST, o gaúcho João Pedro Stedile concedeu entrevista ao UOL Notícias, na qual falou sobre a questão agrária no Brasil, as eleições presidenciais de 2010, o governo Lula, a crise no Senado, além de fazer um balanço dos 25 anos do movimento


Entre as medidas anunciadas está a atualização dos índices de produtividade da terra - que servem de parâmetro classificar propriedades rurais como improdutivas -, que estavam inalterados desde 1975, e o descontigenciamento de R$ 338 milhões do orçamento do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) para esse ano, que teve R$ 550 milhões retidos em razão da crise econômica.

As duas medidas encabeçavam a lista de reivindicações do MST. De acordo com a assessoria do movimento, o governo federal prometeu ainda aos sem-terra a desapropriação da fazenda Nova Alegria (1.180 hectares), localizada em Felisburgo (MG), onde cinco sem-terra foram assassinados e outros 13 ficaram feridos em uma emboscada de pistoleiros em novembro de 2004.

O MST continua exigindo assentamento de 90 mil famílias atualmente acampadas pelo país. Com os recursos liberados para o Incra será possível assentar até o fim do ano cerca de 8.500 famílias, de acordo com os sem-terra.

O governo, no entanto, deverá anunciar um plano para o assentamento das famílias restantes até o fim do mandato do presidente Lula, informou a assessoria do MST.

Na próxima quinta-feira (20) haverá uma reunião dos sem-terra com representantes do Incra para definir como serão realizados os próximos assentamentos e também para tratar de medidas para melhorar a infraestrutura dos assentamentos que já existem.

A reunião de hoje teve a participação do ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, representantes do Incra e dos ministérios da Fazenda e do Planejamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos